Últimas

Terrorista procurado pelos EUA morre em confronto no sul das Filipinas

Manila, 4 mai (EFE).- O especialista em explosivos Basit Usman, por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de um milhão de dólares, morreu no domingo em uma ofensiva da Frente Moura de Libertação Islâmica (FMLI) na ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, informaram hoje meios de imprensa locais.

“Segundo os relatórios das Forças Armadas das Filipinas, o terrorista Basit Usman morreu em um confronto na cidade de Guindulungan, na província de Maguindanao, ao meio-dia do domingo”, disse o secretário de Comunicações da presidência, Herminio Coloma, segundo ao portal “Rappler”.

Outros relatórios policiais e militares obtidos pelo mesmo meio apontaram que um comandante do FMLI, identificado como “Barok”, foi quem matou Usman.

O militante filipino, vinculado a Abu Sayyaf, braço local da Al Qaeda, e envolvido em vários atentados, se especializou em explosivos em acampamentos de treinamento no Paquistão e no Afeganistão no começo da década de 1990.

Usman era um dos alvos da controvertida operação policial realizada em Maguindanao no dia 25 de janeiro na qual morreram 44 agentes das Forças Especiais, além de 14 membros do FMLI e cinco civis.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *