Últimas

Veja a cobertura de Demi Moore à venda por R$ 235 mi; prédio rejeitou Madonna


26/05/2015

16h25



<!–

Publicidade

 

–>



ROBIN FINN
DO “NEW YORK TIMES”

Pela primeira vez em 25 anos, é colocada à venda a cobertura triplex da torre sul do edifício San Remo, obra-prima de Emery Roth com duas torres que se tornaram um marco histórico no Central Park West, em Nova York. A vendedora é a atriz Demi Moore.

O preço pedido pelo apartamento, acompanhado por uma segunda unidade de hóspedes com dois quartos e dois banheiros no primeiro pavimento do edifício, é de US$ 75 milhões (R$ 235 milhões) –montante que, se atingido, baterá o recorde de venda do San Remo, estabelecido no ano passado com uma transação de US$ 26,4 milhões.

Moore comprou a cobertura e o apartamento em 1990 com o então marido, o ator Bruce Willies, de Robert Stigwood, produtor do filme “Os Embalos de Sábado à Noite”.

O condomínio mensal da cobertura no 28º andar, que tem área útil de cerca de 630 metros quadrados e mais 135 metros de terraços com vistas panorâmicas para o parque, o rio e a paisagem urbana de Manhattan é de US$ 17,912,85; o condomínio do apartamento de hóspedes é de US$ 3.273.

MADONNA REJEITADA

O San Remo foi projetado em 1929 por Roth, conhecido por sua divisão graciosa dos espaços internos, escadarias grandiosas, revestimentos complexos nas paredes e forros e azulejos em padrão “basketweave”.

Demi Moore vende cobertura

O edifício, com seus adornos em terracota, terraço duplo, saguões de mármore e as características torres duplas –que culminam em templos coríntios ao estilo renascentista coroados por lanternas de cobre de 6,5 metros de altura–, foi inaugurado em 1930.

O San Remo se tornou co-op –regime de propriedade imobiliária norte-americano no qual os proprietários dos apartamentos de um edifício são proprietários do edifício coletivamente e têm direito de voto sobre as compras e vendas das unidades individuais)–em 1972

Ainda que Madonna tenha sido rejeitada pelo conselho de moradores, pessoas famosas como Dustin Hoffman, Diane Keaton, Steven Spielberg e, claro, Moore e Willis, que se apaixonaram pela torre sul, viveram no edifício.

“Olhamos tudo que havia no parque, na Quinta Avenida, Central Park South e Central Park West, e não havia nada nem parecido”, disse Moore em e-mail. “A localização, arquitetura e história do San Remo eram de um nível completamente diferente”.

POR DENTRO

Moore e Willis, que foram casados de 1987 a 2000, e têm três filhos, instalaram janelas novas e ousadas em todos os aposentos –excluídos banheiros e compartimentos de armazenagem e “cantinhos”, a cobertura tem 14 cômodos.

Eles redecoraram os interiores dos dois apartamentos em estilo Mission, do sudoeste dos Estados Unidos, com predomínio de madeira cerejeira. Mesmo as portas corrediças envidraçadas que separam a galeria da sala de estar foram feitas por encomenda, em estilo Mission.

A sala de estar têm vistas para três lados, incluindo mais de seis metros de janela para o lago dos barcos no Central Park, e uma lareira com lajotas de cerâmica e acabamento em madeira.

No canto sudeste, uma biblioteca ainda tem os acabamentos originais em gesso, e baixos relevos decorando o teto. Descrito como potencial sexto dormitório, o aposento conta com um banheiro original de Roth. No apartamento de hóspedes, os dois banheiros originais foram preservados.

A sala de jantar oferece vista para o sul e há um enorme candelabro de cristal cercado por ornamentos de teto em gesso. A cozinha, com vista para a ponte George Washington, tem ilha central de pedra, um refrigerador Sub-Zero duplo e um fogão e forno Viking.

No 28º andar, a sala de mídia tem pé direito de 4,80 metros e acesso aos terraços, por portas de vidro. No mezanino sobre a sala de mídia há um loft que acomoda hóspedes, com banheiro e cozinha. Os terraços são de mármore.

MANSÃO NAS NUVENS

Adam Modlin, presidente do Modlin Group, está cuidando da venda para Moore, que optou por não concluir uma ambiciosa reforma da suíte master e não vive na cobertura há anos. “Passo a maior parte do tempo em outras casas, e esse apartamento é magnífico demais para não ser ocupado em tempo integral”, ela disse, sobre a decisão de vender.

Para determinar o preço de oferta, Modlin levou em conta vendas recentes de unidades no 960 Fifth Avenue, 834 Fifth e 740 Park, todas arrematadas por US$ 70 milhões ou mais. “Diante dos outros imóveis emblemáticos no perímetro do Central Park, não há nada que se compare a esta cobertura”, ele disse.

“É a mais grandiosa residência da torre sul, aquela que fica por sobre todas as demais, uma mansão nas nuvens, e é a maior residência intacta, com vista para o parque e espaços descobertos privados, que existe no San Remo”.

Apenas um dos vizinhos ocupa posição semelhante, mas ele vive na outra torre, em um universo paralelo pessoal e definitivamente menor. O dono da cobertura na torre norte do San Remo é Bono, líder da banda irlandesa U2.

Tradução de PAULO MIGLIACCI


+ Livraria





Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *