Últimas

Após belo primeiro tempo, Bolívia bate o Equador e fica próximo da classificação

Chile – De maior azarona do grupo a provável classificada, essa é a situação da Bolívia na Copa América. Após empatar por 0 a 0 contra o México na estreia, a seleção de Marcelo Moreno bateu o Equador por 3 a 2, em duelo em Valparaíso, nesta segunda-feira. A vitória significou a quebra de um jejum de 17 anos sem vitórias da Bolívia na competição. Na última vez que havia vencido, a seleção foi vice-campeã do torneio perdendo para o Brasil na final.

Com o resultado, a Bolívia está a apenas um empate de conseguir a vaga pelo menos como segunda colocada do grupo A. A situação do Equador é muito complicada e a seleção está virtualmente eliminada. Na próxima rodada, a equipe da Bolívia vai enfrentar o Chile, na sexta-feira, às 20h30. Já o Equador encara o México, no mesmo dia, às 18h30.


Bolívia derrotou o Equador por 3 a 2 no Chile

Foto:  Reuters

O JOGO

Pressionado com o tropeço na estreia diante do Chile, o Equador entrou em campo diante da Bolívia com a obrigação de vencer para seguir com esperanças de classificação na Copa América. Porém, com apenas três minutos, os bolivianos abriram o placar aos quatro minutos, após cobrança de escanteio, Raldés subiu mais que todo mundo para colocar a bola no fundo das redes.


LEIA MAIS: Confira notícias e resultados da Copa América

Treze minutos depois, a Bolívia fez o segundo gol na partida, em Valparaíso. Marcelo Moreno recebeu a bola na entrada da área do Equador. O atacante dominou e tocou para Smedberg, que acertou um belo chute sem chance de defesa para Domínguez.


FOTOGALERIA: Bolívia derrota o Equador e fica perto da classificação

Bastante assustado com o começo avassalador e com a vantagem boliviana, o Equador só conseguiu colocar a bola no chão aos 29 minutos. Valencia foi lançado e ficou na cara de Quiñonez, que fez uma grande defesa. Dois minutos depois, após bela triangulação,  Naboa finalizou muito forte, mas novamente brilhou a estrela do arqueiro boliviano.


Quiñonez teve grande atuação com direito a pênalti defendido

Foto:  Efe

Com mais posse de bola, o Equador teve a chance de iniciar a sua reação na partida aos 37 minutos. Após choque dentro da área, o árbitro assinalou pênalti. Valencia fez na primeira tentativa, mas por conta de uma invasão dos jogadores equatorianos, o lance teve que voltar. Na segunda cobrança, Quiñonez acertou o canto e defendeu a penalidade.

E as coisas ainda ficariam piores para o Equador na primeira etapa. O zagueiro, Erazo, do Grêmio e ex-Flamengo, derrubou Lizio dentro da área, pênalti. Outro ex-rubro-negro e tricolor dos pampas, Marcelo Moreno, cobrou ampliando ainda mais a vantagem da equipe boliviana.

O segundo tempo começou dando esperança para o Equador. Com menos de dois minutos, Valencia completou para o fundo das redes uma bela jogada coletiva dos equatorianos, diminuindo a vantagem da Bolívia em Valparaíso.

Com muita posse de bola, o Equador tinha dificuldades em criar chances de gol. Em uma falha da zaga boliviana, Ibarra ficou na cara de Quiñonez, mas o goleiro da Bolívia fez mais uma grande defesa, confirmando a grande atuação no duelo.

A esperança se reascendeu aos 38 minutos. Bolaños acertou um belo chute, deixando a vantagem dos bolivianos em apenas um gol. Nos últimos minutos, a pressão continuou intensa, mas a Bolívia conseguiu se segurar e levou da partida os três pontos.

Confira os lances de Bolívia e Equador

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *