Últimas

Apple apresenta serviço de streaming compatível com Android e Windows

Rumores confirmados: a Apple terá mesmo um serviço de streaming chamado Apple Music. Jimmy Iovine, fundador da Beats, foi o responsável por apresentar a novidade durante a WWDC.

Iovine contou que o Apple Music terá um serviço de música com curadoria humana, que não é feito totalmente por algoritmos. A ferramenta terá rádios rodando todas as horas de todos os dias, destacando conteúdo escolhido por pessoas. Outro rumor confirmado é que haverá uma espécie de rede social na qual músicos e fãs poderão se conectar.

Eddy Cue chegou para explicar que, como os concorrentes, o Apple Music mostrará sugestões de músicas baseadas nos gostos do usuário, o que será feito sim com robôs, mas principalmente por humanos. Quanto às rádios, a ideia é ter transmissões parecidas com aquilo que existe no FM, e não uma simples playlist, como fazem os demais serviços de streaming do mercado.

No Connect, a rede social do Apple Music, artistas poderão publicar textos, fotos, vídeos etc. E os fãs podem comentar e curtir… é basicamente um Facebook da Apple.

Como em todos os apps do tipo, é possível visualizar a lista de músicas por artistas, músicas ou álbuns. A interface é composta por várias bolinhas flutuantes com os gêneros; pressione as bolas com um gênero e elas ficam maiores para representar seus gostos. O mesmo ocorre com artistas, assim o serviço consegue fazer recomendações.

Tudo isso sairá por US$ 9,99 ao mês ou US$ 14,99 no plano familiar. Começará a funcionar em 30 de junho em mais de 100 países, só com os três primeiros meses de gratuidade. A surpresa é que ele não será exclusividade dos clientes da Apple, pois no último trimestre sairá a versão para Android e também funcionará no iTunes para Windows.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *