Últimas

Ator mirim, vítima de racismo, está abalado após ser chamado de “macaco”, diz a mãe

Fabiana Pereira, mãe de Kaik Pereira, ator mirim que foi vítima de racismo nas redes sociais, comentou a respeito do estado psicológico do filho. O agressor voltou a postar comentários racistas que deixaram o menino abalado.

Após a veiculação da matéria no R7, ele continua xingando meu filho. Até meu marido foi chamado de “macaco” e “otário”. Segundo a mãe, Kaik anda aborrecido. “Ele diz que não liga, mas eu o conheço e sei que ele está meio triste e chateado. Ele diz que não, mas a gente percebe a mudança de comportamento dele”.

Fabiana, que ainda não tem um advogado, disse que quer justiça e que vai levar o caso adiante. Um boletim de ocorrência vai ser registrado em breve, mas eles já fizeram algumas investigações por conta própria. “Já descobrimos que o agressor tem 13 anos de idade. Como é menor, ainda não sei ao certo o que pode acontecer. Estou me informando. Mas de qualquer forma, quero que a mãe dele pague por isso. Não quero dinheiro, quero que ela pague o estrago que fez com trabalhos comunitários, cesta básica, o que for para dar educação ao filho dela”.

Entenda o caso

Kaik Pereira está com 13 anos e é ator recém-contratado da Record para estrelar a novela Escrava Mãe. Ele foi insultado no Instagram por um internauta por causa de sua cor. Veja um trecho do post compartilhado pelo agressor: “macaco preto safado volta pra África mano se mata vc e negro preto da macumba imundo seu nojento vc tem que morrer queimado…”

Na segunda-feira (8), Fabiana, mãe de Kaik, conversou com a reportagem e disse que está horrorizada e se sentindo injustiçada. Kailk, um pouco mais tranquilo que a mãe, contou que já se acostumou com as agressões. “Sei que é normal. Eu não ligo para essas coisas, não. Tem muita gente que tem preconceito. Já vivi outras situações parecidas, mas sei que é preciso acabar com esse negócio”.

Veja exemplos de famosos que passaram pelo mesmo constrangimento

 

Fonte: R7.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *