Últimas

Com todo respeito, o Paraguai não é dos melhores, diz Robinho

Publicidade

Um dos jogadores presentes nos dois fiascos do Brasil diante do Paraguai pela Copa América – neste sábado (27) e em 2011, ambos na cobrança de pênaltis –, Robinho achou que o Brasil poderia ter feito o resultado mais fácil se não fossem as chances desperdiçadas.

“Infelizmente caímos de produção, mas tivemos a oportunidade de matar o jogo. Com todo respeito, o time do Paraguai não é dos melhores”, disse o atacante na saída do gramado do estádio Ester Roa Rebolledo.

Um dos batedores oficiais de pênalti da seleção, o jogador do Santos, que anotou o único gol do Brasil com a bola rolando, foi substituído aos 42 min de partida por Éverton Ribeiro, e, por conta disso, não participou da decisão nas penalidades.

“A opção [da substituição] foi do treinador. Eu gostaria de ter ficado, sempre bato os pênaltis, mas foi uma escolha do treinador”, afirmou Robinho, que ainda ressaltou que a equipe tem muito a melhorar.

“Agora, temos que seguir, e nosso time tem que melhorar muito”

O Brasil, agora, terá a disputa da eliminatória para a Copa do Mundo da Russia, em 2018, como foco principal. A disputa começa em outubro, com duas partidas, que ainda serão sorteadas no dia 25 de julho.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *