Últimas

Engenheiro cria bateria de origami de papel

Um engenheiro coreano da Universidade de Binghamton, em Nova York, trabalha no desenvolvimento de uma bateria feita de papel para equipar biossensores.

O modelo criado por Seokheun “Sean” Choi é uma espécie de origami que usa energia gerada por bactérias. Um dos lados é coberto com catodo de níquel que, ao ser aplicado por aspersão, permite que as bactérias respirem. Já o anodo é impresso com tinta à base de carbono, criando uma zona hidrofílica demarcada com cera que contém as bactérias.

O custo disso tudo é irrisório: cinco centavos de dólar. E, quando dobrada, a bateria de papel fica do tamanho de uma caixa de fósforos.

Sua única alimentação é água suja. “Qualquer tipo de material orgânico pode ser a fonte de bactérias para o metabolismo bacteriano”, explica o engenheiro.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *