Últimas

Estudante morre em confronto com policiais federais no estado de Guerrero

Cidade do México, 8 jun (EFE).- A morte do estudante de magistério Antonio Vivar foi o triste saldo de um enfrentamento no município de Tlapa, no estado mexicano de Guerrero, entre policiais federais e integrantes do Movimento Popular Guerrerense que se opunham às eleições do domingo.

O governador Rogelio Ortega confirmou que os agentes surpreenderam vários manifestantes que queimavam uma caminhonete e foram retidos por eles ao tentar impedi-los.

Na operação de resgate posterior começou o confronto no qual morreu Vivar, um estudante da Universidade Pedagógica Nacional que estava entre os manifestantes.

Após o enfrentamento foram detidas oito pessoas, entregues esta noite a seus familiares após uma suposta negociação cujos detalhes não foram divulgados.

“A Administração estadual demonstra, mais uma vez, seu compromisso com os cidadãos de continuar privilegiando o diálogo para resolver os problemas e cumprir os compromissos assumidos, em particular com os moradores de Tlapa”, afirmou o escritório do governador em comunicado.

O estado de Guerrero, um dos mais pobres do país, foi um dos pontos mais conflituosos antes e durante as eleições realizadas no domingo no México, nas quais manifestantes queimaram material eleitoral no município de Tixtla.

Apesar disso, os pleitos transcorreram em um ambiente próximo à normalidade e o candidato do Partido Revolucionário Institucional (PRI), Héctor Astudillo, pôs fim a uma década de governo do esquerdista Partido da Revolução Democrática (PRD) em Guerrero, segundo os resultados preliminares.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *