Últimas

Funcionários da Malaysia Airlines recebem cartas de demissão

Bangcoc, 1 jun (EFE).- Cerca de 20 mil funcionários da companhia aérea Malaysia Airlines receberam suas cartas de demissão dentro dos planos de reestruturação traçados para criar uma nova companhia aérea rentável, informou nesta segunda-feira a imprensa da Malásia.

Dois terços dos demitidos, cerca de 14 mil, receberão nos próximos dias uma nova oferta de emprego da companhia que substituirá a companhia aérea de bandeira malaia.

Dos restantes 6.000, um terço do total de trabalhadores, aqueles com menos de dez anos no elenco receberão uma recompensa de um mês de salário por cada ano trabalhado, enquanto os que superam uma década na empresa lhes será oferecido um mês e meio por ano.

Todos os trabalhadores terão até o próximo dia 12 de junho para tomar a decisão de aceitar ou rejeitar a oferta.

Mohamad Fayiz Azmi, diretor-executivo da Pricewaterhousecoopers, foi o encarregado de assinar as demissões após ser nomeado há uma semana administrador da Malaysia Airlines.

O novo administrador dirigirá a dissolução da Malaysia Airlines System Berhard e a constituição da Malaysia Airlines Berhar para o próximo dia 1º de setembro.

A nova companhia aérea – na qual trabalharão os dois terços de empregados da anterior – terá um tamanho mais manejável e suas operações se centrarão fundamentalmente na Malásia.

O diretor-executivo da Malaysia Airlines, o alemão Christoph Müller, disse em comunicado que as operações prosseguirão com normalidade sem que a transição afete os voos previstos e reservas feitas.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *