Últimas

MERS soma dez óbitos e 126 contaminados na Coreia do Sul

Seul, 12 Jun 2015 (AFP) – O ministério da Saúde da Coreia do Sul comunicou nesta sexta-feira que o coronavírus MERS já matou dez pessoas no país, onde o total de infectados é de 126, após o registro de quatro novos casos.

As autoridades fecharam temporariamente um hospital de Seul diante do temor de que se converta em um foco da doença, já que o coronavírus se propagou após um paciente infectado visitar vários centros médicos.

Um porta-voz do governo local de Seul disse à AFP que o hospital permanecerá fechado até 23 de junho.

Em todo o país, 52 instalações médicas foram expostas ao coronavírus, incluindo 18 em Seul e 16 na província de Gyeonggi.

O hospital St. Mary’s da cidade de Pyeongtaek, origem da primeira onda de contágio, também foi fechado como medida preventiva, levando-se em conta o período de incubação do vírus, disse à AFP um porta-voz do governo.

O hospital Samsung, o maior centro médico do sul de Seul, onde foram registrados 58 do total de 126 casos de MERS, foi desinfectado e permanece aberto.

O primeiro caso foi diagnosticado em 20 de maio, em um paciente que havia viajado para a Arábia Saudita. O homem de 68 anos propagou a doença, após visitar quatro centros médicos, onde infectou outros pacientes e profissionais de Saúde.

Desde então, quase 3.500 pessoas foram colocadas em quarentena.

O governo da Coreia do Sul recebeu críticas pelo gerenciamento da crise. O país foi o maior foco da epidemia depois da Arábia Saudita. Na quarta, a presidente sul-coreana, Park Geun-Hye, adiou sua viagem aos Estados Unidos.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *