Últimas

Mesmo sem Marta, Brasil bate Costa Rica e termina 1ª fase com 100%

Chile – A seleção brasileira entrou em campo nesta quarta-feira sem seis titulares, entre elas a craque Marta, mas isso não impediu que a equipe batesse a Costa Rica, por 1 a 0, no estádio de Moncton, e fechasse a primeira fase do Campeonato Mundial feminino de futebol do Canadá com 100% de aproveitamento. O Brasil já tinha garantido a liderança do grupo E na última rodada, por isso o treinador Vadão decidiu poupar a principal estrela do time e outras cinco titulares para o confronto das oitavas, no qual as meninas terão pela frente a Austrália, segunda colocada do grupo D.


Raquel fez o gol da seleção brasileira

Foto:  USA Today Sports

A seleção dominou a partida do início ao fim, mas desperdiçou muitas chances. O gol veio apenas aos 37 do segundo tempo. Após troca de passes na intermediária adversária, Andressinha lançou Raquel Fernandes, que superou na velocidade uma defensora rival e chutou cruzado, sem chances para a goleira costarriquenha. Brasil e Austrália se enfrentam no próximo domingo no estádio de Moncton. As australianas se classificaram na segunda colocação do grupo D, atrás de Estados Unidos, após empatar ontem, em 1 a 1, com a Suécia.

Já a Costa Rica terá que fazer as malas e retornar ao seu país com a satisfação de ter conseguido dois empates, contra Espanha e Coreia do Sul. As coreanas, por sua vez, venceram as espanholas hoje em Ottawa, por 2 a 1, e também avançaram na competição como segundas colocadas do grupo E, enquanto a seleção europeia terminou na lanterna da chave, com apenas um ponto. As adversárias das coreanas nas oitavas serão as francesas, que terminaram a primeira fase na liderança do grupo F, com seis pontos, após a goleada de hoje – 5 a 0 – sobre a seleção mexicana, em Ottawa.

Já a Inglaterra ficou na segunda posição dessa chave, também com seis pontos, mas com saldo de gols inferior ao das francesas. O time inglês superou as colombianas, por 2 a 1, em Montreal. No entanto, as sul-americanas seguem na competição por terem terminado a primeira fase entre as quatro melhores terceiras colocadas, junto com Holanda (grupo A), Suíça (grupo C) e Suécia (grupo D).

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *