Últimas

Musical 'Deixa Clarear' está em cartaz no Teatro SESI Caxias

Em uma homenagem aos 30 anos de morte da intérperte mineira, Clara Nunes, o musical ‘Deixa Clarear’ está em cartaz em Caxias. A peça, que já foi assistida por mais de 40.000 pessoas, traz as várias fases da carreira e da vida de Clara Nunes. No repertório, grandes compositores que ela admirava, como: Chico Buarque, Nelson Cavaquino, João Nogueira, Paulo Cesar Pinheiro, Paulinho da Viola e Candeia. “Deixa Clarear” será apresentado na quinta-feira, dia 25, às 20h, no Teatro SESI Caxias. O ingresso custa R$ 10,00 a meia entrada, e R$ 20,00 a inteira, e podem ser comprados antecipadamente, ou no dia do espetáculo, no SESI Caxias, que fica na Rua Arthur Neiva 100, Bairro 25 de agosto.

Apaixonada pela obra da cantora mineira, a jovem atriz Clara Santhana é protagonista e idealizadora da montagem. O espetáculo é o encontro de duas Claras: a atriz e a cantora. E a ideia é incentivar a valorização da música brasileira e suas raízes. “Durante a pesquisa para este trabalho, percebemos que muitos jovens já não conhecem sua música, queremos contribuir para manter acesa a chama de seu repertório, de sua poesia e de suas histórias”, explica Clara Santhana.

Quem assina o texto é Márcia Zanelatto e a direção Isaac Bernat, que recentemente dirigiu “Calango Deu” e atua na peça “Incêndios”. Já a direção musical é de Alfredo Del Penho, que participou de musicais como “Gonzagão, a lenda” e “Sassaricando”. “Transitar pelo universo musical e pela memória de Clara Nunes nos abriu uma imensa possibilidade de olhares sobre o Brasil, bem como sobre o que é ser um artista profundamente envolvido com a sua arte e com seu país”, explica o diretor Isaac Bernat.

Amor, esperança e luta pela liberdade, temas abordados pelas músicas que Clara Nunes interpretava, dão o tom do espetáculo. “Com esta peça, levamos o colorido de seu riquíssimo universo, propagando seu canto por todos os cantos. Clara Nunes era uma cantora do povo que cantava para o povo e é isso que vamos partilhar no palco!” conclui a atriz Clara Santhana.

Repertório

A Deusa dos Orixás – Romildo S. Bastos/ Toninho Nascimento.

Casinha Pequenina – Folclore Popular

Guerreira – João Nogueira / Paulo Cesar Pinheiro

Ouricuri – João do Vale

O Canto das Três Raças – Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte

Minha Festa – Nelson Cavaquinho

Tristeza Pé no Chão – Mamão (Armando Fernandes)

Você Passa Eu Acho Graça – Carlos Imperial / Ataulfo Alves

Na Linha do Mar – Paulinho da Viola

Portela na Avenida – Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte

Morena de Angola – Chico Buarque

Ê Baiana – Fabrício da Silva/Baianinho/ Ênio Santos/ Miguel Pancrácio

O Mar Serenou – Candeia

Minha Missão – João Nogueira / Paulo Cesar Pinheiro

Um Ser de Luz – João Nogueira / Paulo Cesar Pinheiro/ Mauro Duarte

Mineira – João Nogueira / Paulo Cesar Pinheiro

Juízo Final – Nelson Cavaquinho

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *