Últimas

O desconhecido que virou solução: Sheik escreve nova história no Fla

No dia 5 de abril de 2009, Flamengo e Fluminense empataram por 1 a 1 pelo Campeonato Carioca. Foi o primeiro jogo em que Emerson Sheik vestiu a camisa rubro-negra. O então desconhecido marcou o gol do time da Gávea ao final do confronto e se transformou em solução no período de pouco mais de quatro meses.

De volta ao clube seis anos depois, o camisa 11 estreia neste sábado, às 16h30, contra o Atlético-MG, diante de uma torcida que o recebeu de braços abertos após a divulgação do acordo até o final do ano. Sheik quer repetir o enredo e se transformar em peça fundamental na temporada.

E a responsabilidade do atacante de 36 anos é ainda maior no momento. Ele chegou com status de estrela para formar dupla com Paolo Guerrero. No entanto, o peruano disputa a Copa América e ainda não tem data para ser apresentado e entrar em campo pelo Flamengo.

Sheik assinou contrato até o fim da temporada por metade do salário recebido no Corinthians e a possibilidade de renovação já foi até discutida entre as partes. Porém, o jogador pregou cautela e sonha em desequilibrar na Gávea.

“O lado profissional certamente mudou. Cheguei como um desconhecido, não tinha conquistado absolutamente nada e hoje tenho diversos títulos. A responsabilidade é diferente, existe a pressão, mas o torcedor entende e vê quando o atleta se dedica. Essa impressão que tento passar ao flamenguista. São momentos diferentes porque cheguei como desconhecido e hoje sou um vitorioso”, afirmou.

A primeira passagem de Sheik pelo Flamengo terminou com 21 jogos, oito gols, a conquista do tricampeonato carioca e a participação em 14 partidas da campanha que assegurou o hexacampeonato brasileiro. O sonho de Emerson estará mais do que realizado se 2015 terminar feliz como há seis anos.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *