Últimas

Presidente turco diz que mudou-se para palácio por causa de baratas

Palácio em Ancara tem quase mil cômodos. Foto: AFP/Arquivos ADEM ALTAN
Palácio em Ancara tem quase mil cômodos. Foto: AFP/Arquivos ADEM ALTAN

 
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, voltou a defender sua mudança para um novo, luxuoso e polêmico palácio em Ancara, alegando desta vez que sua antiga residência estava repleta de baratas.

“Quando assumiu as funções (anteriores, de primeiro-ministro), o banheiro da casa estava repleto de baratas. Um lugar assim é digno de receber o primeiro-ministro da Turquia?”, questionou Erdogan em uma entrevista exibida pelo canal A-Haber.

“Você acomodaria um convidado? O que aconteceria se esta pessoa contasse o que viu?”, insistiu.

O novo palácio, que foi inaugurado no ano passado, tem quase mil cômodos espalhados em 200 mil metros quadrados e custou 490 milhões de euros.

Quando Erdogan, então primeiro-ministro, ordenou a construção, o complexo seria destinado a receber chefes de Governo e suas comitivas. Eleito chefe de Estado em agosto de 2014, Erdogan decidiu morar no local e ceder a antiga residência da presidência a seu sucessor, Ahmet Davutoglu.

O novo palácio foi muito criticado pelos detratores do presidente, que consideram o local um sinal dos delírios de grandeza e de uma guinada autoritária de Erdogan. Para o presidente, o luxo que o cerca contribui para o “prestígio da Turquia”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *