Últimas

Seleção fica mais blindada com Dunga em preparação para Copa América

TERESÓPOLIS (Reuters) – Os jogadores da seleção brasileira estão sendo mais blindados na preparação para a Copa América em relação à última passagem pela Granja Comary, durante a Copa de 2014, mesmo que esta estadia seja mais discreta e com menor interesse do público.

Um pedido feito pela comissão técnica foi o veto à presença de assessores de imprensa e de empresários de jogadores na Granja, localizada em Teresópolis (RJ). Durante a Copa do Mundo, principalmente os assessores dos jogadores circulavam com certa liberdade pela concentração brasileira.

A decisão do técnico Dunga incomodou alguns assessores de atletas convocados para amistosos e Copa América. “Nós precisamos atender e dar atenção aos nossos clientes, mas não podemos”, disse um porta voz de um jogador que atua fora do país.

Na época da Copa do Mundo, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, também era comum ver na concentração da seleção convidados e patrocinadores da CBF circulando em dias de treino e alguns até em áreas reservadas à imprensa.

Desta vez, seja pelo desinteresse pela seleção, seja pelo frio e a chuva em Teresópolis, a circulação de pessoas é consideravelmente menor e praticamente não há ninguém nas áreas voltadas para patrocinadores e convidados. Do lado de fora da Granja, também não se vê torcedores à espera de contato com os atletas.

Dentro da Granja, Dunga decidiu também controlar a presença de familiares dos jogadores e a perspectiva é que eles tenham direito a apenas uma visita até o fim da passagem da seleção pela concentração.

Nas horas vagas, os jogadores ficam em suas suítes, navegando na Internet e vendo TV ou nas áreas de convivência, onde há mesas de sinuca, games e outros. “Os assessores da própria CBF não circulam na ala dos jogadores. Há uma total privacidade”, disse uma fonte ligada à entidade.

O grande teste de popularidade da seleção brasileira será na quinta e sexta-feiras, período de feriado prolongado no país. Placas foram instaladas nos acessos ao campo para evitar qualquer tentativa de invasão de torcedores.

“Não estão previstos treinos fechados aqui na Granja. Nos momentos livres respeitamos a privacidade de cada um”, disse à Reuters o coordenador técnico Gilmar Rinaldi.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *