Últimas

Stefhany do Crossfox vira cantora gospel e diz ter sido abandonada por Preta Gil



02/06/2015 – 15h43



Publicidade

NATÁLIA PORTINARI
DE SÃO PAULO

Stefhany Sousa já não é mais a mesma. Apesar de continuar linda, absoluta e Stefhany, hoje ela prefere outras alcunhas: Stefhany Absoluta, filha de Deus e filha do Rei.

Aos 23 anos, a ex-“Stefhany do Crossfox” completou sua transição para a carreira gospel e hoje está produzindo clipes de seu novo CD, “Stefhany Absoluta Filha do Rei”.

Para quem não lembra, Stefhany estourou em 2009 com o clipe de “Eu sou Stefhany”, uma versão brasileira de “A Thousand Miles” de Vanessa Carlton. Os versos, que ficaram gravados na cabeça de milhares de brasileiros, diziam “Eu sou linda / Absoluta / Eu sou Stefhany / No meu CrossFox / Eu vou sair / Vou dançar/ Me divertir / Não vou ficar mais te esperando / Pois agora eu sou demais”. Relembre abaixo.

Stefhany

Segundo a cantora, a transição não se deu sem sofrimento. “Quando as pessoas aceitam a Jesus, é como se fossem drogados. Dão mais valor a um drogado do que a quem segue a Deus”, desabafou ao “F5”.

Um dos problemas foi ter se sentido abandonada pelas pessoas que conheceu quando ascendeu à fama. Na época, a cantora participou de diversos programas de TV e chegou a ganhar um Crossfox no “Caldeirão do Huck” (já que o Crossfox do vídeo era emprestado de um amigo).

Segundo ela, famosos como Preta Gil se aproveitaram dos seus cinco minutos de fama e fizeram falsas promessas de amizade.

“Ela se passou por minha amiga, falou que era minha madrinha, mas só queria que eu aparecesse ao lado dela”, disse sobre Preta. “Naquela época eu era inocente, então realmente acreditei que ela queria ser minha amiga. Eu tava conhecendo o mundo e fiquei meio traumatizada, né”.

Mas não foi só Preta Gil que decepcionou a cantora. “Teve a Hebe Camargo. Quando eu fui no programa dela ela realmente disse que ia ser minha madrinha”, lamentou Stefhany. “Como ela não teve tempo, não dá para saber, mas a Preta Gil teve todo o tempo”, disse, referindo-se à morte da apresentadora em 2012.

O abandono foi tema de seu novo vídeo, “Fiel Adorador”. Em um momento do clipe, ela olha para fotos com Preta e canta: “Todos os meus amigos me abandonaram”. As fotos logo são substituídas por uma Bíblia.

Fiel Adorador

Atualmente, ela não canta mais as músicas com as quais fez sucesso e não gosta de ser reconhecida pelo Crossfox. No início do vídeo de “Fiel Adorador”, um homem pede um show com a “Stefhany do Crossfox” e fica decepcionado com o fato de ela ser cantora gospel.

“A história é real, realmente teve uma ligação de uma pessoa que queria fazer um show e o homem ficou muito irritado porque eu era evangélica. Eu fiquei triste, chorei”, contou.

STEFHANY KIDS

O novo CD de Stefhany traz uma estética intrigante, mesclando a figura da cantora de vestido com duas pessoas fantasiadas de boneco de pelúcia. A proposta é que as suas músicas sejam voltadas ao público infantil para ajudar a espalhar a palavra de Deus.

“Eu não tenho uma carreira, eu tenho um ministério que foi Deus que me deu. Eu aceitei a Jesus não porque me pregaram, foi porque Deus falou comigo. Paulo, o discípulo, falou pessoalmente comigo”, afirmou.

Nem os pastores acreditavam que Stefhany realmente tinha fé em Deus, lamenta a cantora. “Pensavam que eu tinha me convertido para ser mais um crente na mídia. Mas eu não quero ser mais um, eu quero ser eu, Stefhany Absoluta”.

Ao ser questionada sobre se continua usando o termo “absoluta”, que vem da música do Crossfox, Stefhany foi categórica: “Agora sou mais absoluta ainda. Todo ser humano é único na vida. Um sentido de ser absoluta é ser única”.

Reprodução
Stefhany Absoluta
Stefhany Absoluta

  • Últimas notícias 
  •  


Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *