Últimas

Taffarel ressalta que todos tentaram evitar a confusão envolvendo Neymar

Chile – Neymar pode até estar fora da Copa América, mas na Seleção ele ainda é  assunto. Na entrevista coletiva desta quarta-feira, o preparador de goleiros, Taffarel, e o auxiliar de Dunga, Mauro Silva, foram questionados sobre a suspensão do craque brasileiro na competição e fizeram suas análises.

Ao falar sobre o caso, Taffarel ressaltou que todos tentaram conter Neymar e queriam levá-lo ao vestiário. Porém, o atacante ainda insistiu em falar com o árbitro.


LEIA MAIS: Confira notícias e resultados da Copa América


Taffarel disse que todos tentaram conter Neymar antes da confusão

Foto:  Reuters

“Quando o Neymar começou a ir para o vestiário, também fui. Tinha muitas pessoas da comissão, seguranças, o Fernando, nosso segurança, que é grande, grande. Todo mundo tentando levar para o vestiário. Não foram um ou dois. Ele disse que queria falar com o árbitro. ‘Só vou falar com ele’, ele disse. Mas não percebi ele alterado. A partir do momento que não consegui, fui para o vestiário. A partir dali, não vi mais nada. Eu presenciei muita gente tentando levar, puxando, falando, mas aquela foi uma decisão dele. Não sei o que aconteceu mais”, afirmou Taffarel. 


VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação da Copa América

Mauro Silva, auxiliar de Dunga e também tetracampeão com a seleção brasileira, tentou fugir do assunto e falou pouco sobre o incidente, que acabou tirando o brasileiro da Copa América. 


Auxiliar de Dunga, Mauro Silva não quis falar muito do assunto envolvendo Neymar

Foto:  Reuters

“Em determinados momentos, tenho que levar para o Gilmar (coordenador de seleções), para o Dunga, a minha análise aqui. Mas não cabe a mim analisar o Neymar aqui (na coletiva). A comissão pode fazer isso. Tenho minha opinião, devo passar internamente. Não posso expor aqui”, finalizou Mauro. 

O Brasil encara o Paraguai pelas quartas de final, neste sábado, às 18h30, em Concepción, no Chile. 

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *