Últimas

Taxistas promovem protesto violento na França contra o Uber

Taxistas na França bloquearam hoje os acessos aos principais aeroportos e estações de trem em Paris como parte das ações de um protesto nacional contra o aplicativo de serviços de transportes em carros particulares. Segundo a agência no notícias Reuters, milhares de motoristas estão participando das manifestações.

As imagens abaixo mostram pneus sendo queimados e carros virados ao longo das vias públicas da capital francesa. Não foram registrados confrontos entre motoristas particulares e taxistas, entretanto, a tropa de choque da polícia precisou intervir com bombas de gás lacrimogêneo para dispersar ações violentas do movimento.

Voiture cassée retournée “#taxis en colère” scande la foule pic.twitter.com/E2Cv6HL2RA

— Jéromine S. Gammaire (@JSGammaire) 25 junho 2015

Les taxis enflamment des pneus pour lutter contre #uber #uberpop https://t.co/zIHHKdz0qj

— Nice-Matin (@Nice_Matin) 25 junho 2015

Autre voiture en feu il y a 30 min. Depuis, prise dans les discussions avec les chauffeurs #taxis pic.twitter.com/ANTUV9dqDd

— Jéromine S. Gammaire (@JSGammaire) 25 junho 2015

Já não é de hoje que os taxistas parisienses se queixam do déficit causado pelo aplicativo que é baseado em uma rede de condutores não profissionais . O argumento dos taxistas é que o alistamento de motoristas amadores, que não precisam pagar as taxas de licenciamento para prestar o serviço de transporte, dá ao Uber uma vantagem financeira desleal.

O licenciamento de um taxista na França pode custar até US$ 270 mil, e um representante do sindicato que lidera o protesto diz que a renda dos taxistas caiu entre 30 e 40 % nos últimos anos e atribui esse fator exclusivamente ao aparecimento do serviço alternativo de transporte.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *