Últimas

Transexual que se crucificou na Parada Gay quer indenização de Feliciano

Página Inicial » Política

30/06/2015 – 17:22

Ele entrou com processo contra o deputado dizendo que recebeu ameaças de morte pela internet

por
Leiliane Roberta Lopes

Transexual que se crucificou na Parada Gay quer indenização de Feliciano
Transexual quer indenização de Marco Feliciano

Sobrou para o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) responder pelas ameaças que internautas, muitos em contas fakes, fizeram para a transexual Viviany Beleboni que se crucificou na Parada Gay de São Paulo.

Quando resolveu se crucificar seminua no evento que aconteceu no dia 7 de junho a transex não imaginava que ganharia tantos holofotes e nem que seria tão criticada. Para muitos, a atitude de “protesto” foi um crime contra a religião cristã e se enquadra no artigo 208 do Código Penal.

Foi isso que o deputado evangélico contestou em suas redes sociais, dizendo que Viviany vilipendiou um objeto sagrado. Mas a manifestação do parlamentar não agradou a transex que entrou com processo contra ele pedindo indenização.

“Existe uma ação de indenização com pedido de tutela antecipada para ele (Feliciano) excluir todos os vídeos, comentários e fotos expostas em seu gabinete, a título de liminar”, disse ao Ego a advogada Cristiane Leandro de Novais, contratada por Viviany.

Fora isso, a advogada ainda vai exigir na justiça que Feliciano não se aproxime de sua cliente.

“Em segundo lugar há um pedido de retratação e indenização. Ele expôs Vivi ao ridículo e fez incitação criminosa para que outras pessoas venham a agredi-la. Isso trouxe dano moral e de honra a ela, que não tem saído de casa por medo de ser agredida. Ela perdeu peso e não tem saído. Com isso, tem deixado de aceitar propostas de trabalho. Por fim, entramos com um pedido de medida cautelar para que ele fique a até 600 metros de distância dela”.

Cristiane ainda afirma que além do deputado, outras pessoas que compartilharam suas fotos na Parada Gay pelo Facebook com comentários de difamação e incitação criminosa também serão processadas assim que os IP dos computadores forem localizados.

Prime Cursos

Matéria publicada em Gospel Prime (www.gospelprime.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *