Últimas

Tribunal egípcio condena Mursi à prisão perpétua por "espionagem"

Cairo, 16 Jun 2015 (AFP) – Um tribunal egípcio condenou nesta terça-feira o presidente islamita destituído Mohamed Mursi à prisão perpétua por “espionagem” a favor do movimento palestino Hamas, do Hezbollah libanês e do Irã.

A corte também confirmou as penas de morte para outros 16 acusados pela entrega de documentos secretos entre 2005 e 2013. O mesmo tribunal decidirá nesta terça-feira se ratifica ou invalida a pena de morte emitida contra Mursi pela fuga em uma prisão e incitação à violência.

ht-gir/fp

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *