Últimas

Vasco tem atuação péssima e sofre derrota contundente para a Ponte Preta

Rio – As coisas não estão muito boas na Colina. Em duelo contra a Ponte Preta, em São Januário, o Vasco não conseguiu acompanhar a equipe campineira e foi atropelado pelos paulistas por 3 a 0, nesta quarta-feira. A missão do Gigante foi dificultada com a expulsão do goleiro Jordi, ainda na primeira etapa. Antes do fim, Gilberto, que perdeu um pênalti, também foi expulso. Os cariocas seguem sem vencer no Brasileirão, e agora somam a segunda derrota em cinco jogos.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Atlético-PR, na Arena da Baixada, ás 22 horas, neste sábado. Já a Ponte Preta vai encarar o Santos, no mesmo, dia na Vila Belmiro, ás 18h30.


Gilberto lamenta penalidade desperdiçada em São Januário, jogador ainda foi expulso

Foto:  André Mourão

O JOGO

O torcedor mais desatento que chegasse a São Januário, nesta quarta-feira, poderia achar que o Vasco iniciou a partida com tudo. Porém, de uniforme branco, com a faixa preta, a equipe da Ponte Preta abriu o marcador com apenas um minuto na Colina. Biro Biro roubou a bola de Diguinho e lançou Renato Cajá. O apoiador fez bela jogada e cruzou para o meio da área, Jordi espalmou e a bola se ofereceu para Diego Oliveira, que finalizou, sem chances de defesa para o arqueiro vascaíno.


LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

O gol aumento a pressão do Vasco. Os donos da casa não conseguiam colocar a bola no chão e enquanto isso, a Ponte Preta seguia perigosa. Aos 17 minutos, Biro Biro arriscou de fora da área e o goleiro Jordi deu rebote, Diego Oliveira finalizou, mas a bola acabou indo para a rede pelo lado de fora, assustando os torcedores do Vasco em São Januário.


FOTOGALERIA: Vasco é dominado e perde para a Ponte Preta na Colina

Aos 21 minutos, o Vasco teve a oportunidade de modificar os rumos da partida. Gilberto foi lançado e derrubado por Pablo, em uma infração que começou dentro da área. O árbitro Héber Roberto Lopes assinalou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante cobrou e Marcelo Lomba defendeu.


Ponte Preta derrotou o Vasco por 3 a 0 na Colina

Foto:  André Mourão

O Gigante ainda teve uma outra boa oportunidade aos 28 minutos em uma grande cabeçada de Rafael Silva, mas Lomba salvou de novo a Ponte. No lance seguinte, Biro Biro lançou Felipe Azevedo, que driblou Jordi, fora da área e foi derrubado. Héber Roberto Lopes expulsou o arqueiro vascaíno. Charles entrou no lugar de Julio dos Santos. Na cobrança, Renato Cajá carimbou a trave do clube carioca.

Mesmo com a desvantagem numérica, o Vasco seguia na luta. Porém, as coisas não estavam boas para a equipe. Christiano carimbou a trave em uma boa jogada ofensiva e no lance seguinte, a equipe de Campinas ampliou. Depois de cobrança de escanteio de Renato Cajá, Tiago Alves subiu mais que todo mundo e colocou a bola no fundo das redes.

Com a boa vantagem no placar, a Ponte voltou mais relaxada para o segundo tempo. Doriva gastou as mudanças que poderia fazer sacando Dagoberto e Diguinho e colocando Yago e Jackson Caucaia. As coias não mudaram muito e a equipe campineira, mesmo sem a mesma força ofensiva, cadenciava o jogo, cansando ainda mais os atletas vascaínos.

A partida parecia tão fácil para a Ponte, que o goleiro Marcelo Lomba quase entregou. Após receber uma bola recuada pela zaga, o goleiro deu bobeira e Gilberto chegou a recuperar a bola, porém, o arqueiro se recuperou evitando a finalização do jogador do Vasco.

O tiro de misericórdia viria aos 33 minutos. Com Borges, que entrou na segunda etapa. Luan saiu jogando errado e a bola ficou no pé do atacante, ele tabelou com Renato Cajá, e ficou na cara do gol de Charles, o ex-jogador do Cruzeiro finalizou, sem chances de defesa para o jovem arqueiro e deu números finais ao duelo em São Januário. Ainda houve tempo para a expulsão de Gilberto, por reclamação.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 3 PONTE PRETA

Local:
São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora:
3/6/2015 – 19h30
Árbitro:
Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Renda e público:
R$ 88.080,00/ 2.499 pagantes
Cartões amarelos:
Guiñazú, Gilberto, Pablo, Borges e Cesinha
Cartões vermelhos:
Jordi e Gilberto
Gols:
Diego Oliveira (1’/1ºT), Thiago Alves (38’/1ºT) e Borges (32’/2ºT)

Vasco:
Jordi; Madson, Rodrigo, Luan e Christianno; Diguinho (Jackson Caucaia, intervalo) e Guiñazú. Julio dos Santos (Charles, 29’/1ºT), Dagoberto (Yago, intervalo) e Rafael Silva; Gilberto – Técnico: Doriva

Ponte Preta:
Marcelo Lomba; Rodinei, Thiago Alves, Pablo e Gilson; Fernando Bob e Josimar; Biro-Biro, Renato Cajá (Roni, 26’/2ºT) e Felipe Azevedo (Cesinha, 21’/2ºT); Diego Oliveira (Borges, 26’/2ºT)- Técnico: Guto Ferreira.

Confira os lances de Vasco e Ponte Preta

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *