Últimas

Ação prende supostos procuradores por tentativa de estelionato

Rio – A Polícia Federal realizou, na manhã desta sexta-feira, a Operação Pastor”para cumprir três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, buscando apurar os crimes de tentativa de estelionato e uso de documento falso contra o INSS. As investigações se iniciaram na APS da Praça da Bandeira, onde dois supostos procuradores foram presos em flagrante ao tentar requerer benefícios de aposentadoria em nome de terceiros.

As investigações da Força-Tarefa Previdenciária do Rio de Janeiro, que consiste na atuação integrada da Polícia Federal, Ministério da Previdência Social-MPS e Ministério Público Federal, apontaram a ação de intermediários que se utilizavam de documentos falsos para pedir os benefícios previdenciários.

Os requerimentos, que não chegaram a ser concedidos, determinaram a ação da PF com o objetivo de identificar outros requerimentos com indícios de irregularidade.

Durante o cumprimento das ordens judiciais nesta manhã, todas no município de Nova Iguaçu, a PF apreendeu diversas carteiras de trabalho e formulários de requerimentos que serão analisados no decorrer do inquérito

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *