Últimas

Brasileiros ignoram gringos e dão show na décima edição do XFC

Rio – A bandeira verde e amarela tremulou tranquila neste sábado no Internacional Center, casa do XFC. Com 100% de aproveitamento, os lutadores brasileiros atropelam os gringos na décima edição do evento, em São Paulo, e levantam o público com grandes lutas. Com um nocaute espetacular, Daniel Virginio passou por cima de James Gray e conquistou o GP dos pesos-galos. Viviane Sucuri teve trabalho, mas derrotou a dura finlandesa Vuokko Katainen por decisão dos jurados. A cearense levou o título do GP peso-palha.

Ao todo, seis lutas bem casadas e de alto nível técnico mostraram ao público paulista o que é MMA de verdade. Na abertura do evento, o peso-leve Fernando dos Santos, da Nova União, usou bem as quedas e imprimiu seu ritmo na luta para derrotar Rubenilton Pereira por decisão unânime. Fernando segue invicto, com 9 vitórias no cartel.


Na foto, Daniel Virginio comemora o nocaute sobre James Gray

Foto:  Marcelo Franco/Divulgação XFC

Pela semifinal do torneio peso-pena, Pedro Falcão levou um atraso de Missael Silva, da equipe Corinthians, e foi derrotado por decisão unânime. Foi o primeiro revés do lutador, que sofreu com a maior envergadura do oponente. No peso-leve, Willian Cilli finalizou o egípcio Mohamed Badawy e enlouqueceu a torcida local. O atleta da Chute Boxe de São Paulo controlou bem o centro do octógono até levar o combate para o solo e encaixar um belo mata-leão.

Na sequência, Guilherme Faria castigou com chutes baixos o venezuelano Ranfi Rivas e também venceu por decisão unânime. Guilherme mostrou um nível classe A de trocação e poderia ter nocauteado ainda no primeiro round.

Nos combates principais, os brasileiros empolgaram. Na final do peso-palha, Viviane Sucuri sustentou à pressão de Vuokko Katainen, mostrou mais efetividade nos golpes e venceu por decisão unânime. No encerramento do evento, Daniel Virginio deu show. O atleta da Kimura Nova União se recuperou de uma armlock, para decretar a primeira derrota da carreira do americano James Gray. Daniel venceu com nocaute técnico e ganhou a chance de disputar o cinturão dos galos contra Fernando Vieira em luta que será marcada em breve.

XFC rompe com a RedeTV

A parceria de sucesso que perdurou por dez edições chegou ao fim. O evento deste sábado foi o último transmitido pela emissora. O XFC deve anunciar em breve um novo parceiro de TV aberta no Brasil. Por ora, agradece os serviços prestados.

“Só temos que agradecer por tudo que a RedeTV fez por nós. Foi uma parceria importante para o nosso crescimento no Brasil”, afirmou Myron Molotky, presidente do XFC.

XFCi 10 – Night of Champions

Resultados oficiais

Até 61,2kg: Daniel Virginio venceu James Gray por nocaute técnico aos 3min e 59seg do primeiro round – Final do torneio peso-galo

Até 52,2kg: Viviane Pereira venceu Vuokko Katainen na decisão unânime dos juízes laterais – Final do torneio peso-palha

Até 65,7kg: Guilherme Faria venceu Ranfi Rivas na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-pena (RedeTV! e TerraTV)

Até 70,3kg: Willian Cili finalizou Mohamed Hassan Badawy com um mata-leão aos 4min e 13seg do primeiro round – Semifinal do torneio peso-leve

Até 65,7kg: Missael Silva venceu Pedro Falcão na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-pena

Até 70,3kg: Fernando dos Santos venceu Rubenilton Pereira na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-leve

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *