Últimas

Clubes voltam a ser cenário de bailes


Adriano DJ faz os bailes dos anos 80 e 90

Foto:  Divulgação

Rio – Em um salão, no bairro de Colégio, a luz está baixa e a dança é convidativa para fazer aqueles passinhos em grupo ao som de James Brown, que marcaram os bailes na década de 70. Já nos clubes de Bangu, quem dita as coreografias do público é o funk e as montagens das décadas do fim do século 20. Como um convite para relembrar o passado, alguns DJs da Zona Norte e Oeste estão retomando com os bailes de clube, onde esses ritmos surgiram nas décadas de 70 e 80. 

“A novidade dessas festas é que os bailes voltaram para dentro dos clubes onde surgiram. Esses eventos, na década de 70, principalmente os bailes black, foram perseguidos pela ditadura militar’’, afirma o DJ e produtor Sir Dema, 54 anos, que promove festas como a Soul da Massa, junto com o produtor Eduardo Oldschool, e o Baile Black da Pesada, em homenagem à cultura negra e ao soul.

O produtor, que desde a década de 90 vem se dedicando a esse resgate dos bailes black, promove no dia 8 de agosto a segunda edição do Baile Soul da Massa, no Colégio Futebol Club, no bairro de Colégio. Ele recebe as equipes Furacão 2000, Black Soul e A Cova Soul, que irão duelar entre si. “Essas festas trazem de volta a nossa adolescência. Os nossos finais de semana eram verdadeiras celebrações, e, agora, com essas festas, está sendo possível reviver isso’’, diz Dema.

Outra novidade é a presença de caravanas de outras cidades do país como São Paulo, Minas Gerais e Brasília. “O público que vem nas festas, se veste a caráter. O DJ toca as mesmas músicas e é obrigatório a parada para a música lenta’’, explica Dema.

Em Pilares, o Centro do Comércio e Indústria de Pilares (CCIP) também voltou a abrigar bailes, com enfoque nos funks dos anos 80 e 90. Há quatro anos e meio, Adriano DJ, 51 anos, promove festas no espaço. “As pessoas que curtiam o baile levam os filhos e sobrinhos”, diz o produtor. O próximo baile do CCIP já tem data marcada e atração internacional confirmada. No dia 9 de agosto, das 17h às 23h, Adriano DJ recebe Samuel, dono do hit ‘Open Your Eyes’, e o cantor brasileiro Billy Star Blue, junto com a equipe Live e Cyclone. No dia 23 de agosto, a festa tem outra edição, no mesmo local e horário, com a presença das equipes Live e A Coisona.

Bangu Atlético Clube recebe o Baile Black da Pesada; já no dia 27 do mesmo mês é a vez do Casino Bangu abrigar o Baile de Clube, com oito equipes duelando. Para o DJ e produtor musical Rogério Fernandes, 38 anos, que organiza o Baile de Clube, a ideia da festa é fazer com que o público saiba a origem do funk.

“A ideia é resgatar os bailes da década de 80 e 90”, diz ele, que sonha criar um concurso, com apoio da Prefeitura do Rio ou de empresas privadas, para homenagear ícones do funk.


Reportagem: Beatriz Calado

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *