Últimas

Drone é utilizado para espionar pessoas em praia de nudismo

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Na praia de nudismo Studland, na Inglaterra, banhistas locais foram surpreendidos quando um voyeur utilizou um drone para espioná-los. Agora, os banhistas temem que o material coletado pelo drone seja divulgado na internet.

Diversos banhistas/naturistas viram e ouviram o drone sobrevoando a área, que costuma agregar famílias e pessoas que frequentam a praia regularmente. A principal preocupação é com a invasão de privacidade para com as famílias, além da possibilidade do material fotografado ser utilizado e replicado em outros lugares.

Embora tenha sobrevoado toda a extensão da praia, os banhistas não conseguiram identificar quem era o piloto por trás do drone. Após o ocorrido, autoridades locais intensificaram as patrulhas em Studland para tentar identificar o condutor, mas até agora, aparentemente, nada de tão efetivo foi feito.

Apesar da praia de nudismo Studland ser um espaço público, os usuários sempre desfrutaram de um pouco de privacidade, uma vez que ela é “escondida” por dunas de areia de um lado e tem o mar do outro, impedindo o contato visual com o resto do mundo.

Jon Bish, da organização Natural Trust, disse que o voo de drones não é permitido naquela área sem autorização. Ele alerta ainda para que se algum banhista notar a presença irregular de um destes modelos, o mais eficaz a se fazer é entrar em contato com os guardas da praia para que eles possam agir.

Esse caso levanta, porém, uma grande discussão sobre a privacidade dos usuários perante aos drones. Se os mesmos podem sobrevoar sem um condutor estando tão próximo, é possível que imagens sejam coletadas à distância sem deixar tão claro que são os condutores/infratores que o fazem sem permissão dos banhistas.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *