Últimas

Dudu Hollanda cria polêmica e diz que vai ‘bater na cara’ de internauta

Depois da confusão, deputado virou alvo de piadas nas redes sociais; ele ainda xingou outros usuários da rede

 

Conhecido por suas polêmicas, o deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) se envolveu em mais uma confusão. Dessa vez, a briga aconteceu em uma rede social, por onde o parlamentar ameaçou “bater na cara” de um internauta que reclamou que ele estava “trabalhando por Alagoas querendo aumento no próprio salário”.

O bate-boca aconteceu com o jovem identificado como Gustavo Cavalcanti, que disse que a atitude de Dudu em aumentar os próprios rendimentos “era um tapa na cara da sociedade” e que ele estava “mais uma vez fazendo graça com a cara dos alagoanos”. Exaltado, além de ameaçar o internauta, o deputado ainda disferiu palavrões.

Na postagem em uma rede social de compartilhamento de fotos, ele disse que “quem achar ruim tome no c…” e acabou gerando ainda mais confusão. Com os ânimos acirrados, outros internautas entraram na briga e, logo depois, o parlamentar acabou apagando as mensagens que havia escrito.

A Gazetaweb entrou em contato com a assessoria de comunicação de Dudu, que disse que ele não vai mais comentar o assunto. Já em contato telefônico com o número particular do deputado, um assessor político, que se identificou como Rodrigo Cunha, afirmou que ele estaria no exterior e só voltaria em 15 dias.

O assessor também classificou o caso como “uma besteira de quem não tem o que fazer em casa e fica comentando besteira no perfil dos outros”.

Depois da confusão, o deputado foi alvo de diversas piadas nas redes sociais. Internautas criaram memes utilizando o caso e também outras polêmicas protagonizadas por Dudu, que já apareceu bêbado no plenário da Assembleia Legislativa do Estado e teve o microfone cortado enquanto ele diz que, com ele, “é pau para comer sabão, e pau para saber que sabão não se come”.

No ano passado, um vídeo do parlamentar onde ele falava de conquistas sexuais e onde um amigo dele dizia que iria “luxar” em Brasília também vazou e gerou controvérsia entre os eleitores. Já em 2009, ele foi parar na delegacia depois de arrancar um pedaço da orelha do então vereador Paulo Corintho em uma briga.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *