Estilista lança guia para as noivas se preparem para o grande dia


Noiva da vida real cliente de Carol: Nathalia Tosto

Foto:  Divulgação

Rio – Chegou o grande dia. De repente, a porta da igreja é aberta e a noiva surge deslumbrante, usando o vestido dos sonhos. Depois da cerimônia, vem a festa. A primeira dança do casal, a hora de receber os convidados e de jogar o buquê. Quem planeja se casar e não quer errar em nenhum detalhe deve conferir o ‘Guia Atemporal das Noivas com Estilo’ (Editora 3R Studio Comunicação, 240 páginas, R$ 120), da estilista Carol Hungria, que será lançado na terça-feira, a partir das 18h, na Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, no Flamengo. “O livro tem o propósito de ajudar as mulheres a escolherem o melhor vestido e auxiliar também em outras escolhas importantes nessa fase pré-casamento. É uma consultoria de estilo na mão das noivas”, ressalta Carol. 

A ideia de criar a obra nasceu do sucesso de um pequeno manual distribuído às clientes que procuravam o ateliê. “Há três anos, eu fiz um um miniguia para as noivas. Nele, eu juntava todas as dúvidas que elas tinham e as esclarecia. Fizemos uma versão pocket e passamos a distribuir no ateliê e em eventos. Em pouco tempo, percebi que havia uma procura muito grande por este material. Passei a receber e-mails de pessoas que moram no Amazonas e até fora do país perguntando se podiam encomendar o miniguia. Foi aí que eu pensei em escrever algo mais amplo.”

Em pouco mais de um ano, estava pronto o ‘Guia Atemporal das Noivas com Estilo’, que conta com a participação de nomes consagrados como o decorador Antônio Neves da Rocha, o cerimonialista Ricardo Stambowsky e a estilista Stella Fisher, além de desenhos da ilustradora francesa Antoinette Fleur. “Reuni todas as informações e o livro nasceu. Nele, a leitora vai descobrir como alinhar o look com o estilo da festa — seja ela clássica, vintage, ao ar livre ou na praia. Também vai encontrar informações sobre a roupa das mães e madrinhas, véus e outros acessórios, caimento de tecidos, maquiagem e cabelo adequados, buquês e muito mais”, enumera.

Aos 29 anos, Carol Hungria sempre foi apaixonada por moda. Já no começo da carreira, ela decidiu que desenharia vestidos de noiva. “Quando eu trabalhei na Maria Bonita, aos 18 anos, fiz o meu primeiro vestido de noiva sozinha. Na hora da prova final, ela desabou. A mãe dela também. Aí eu comecei a chorar, porque aquilo me contagiou. Quando você desenha vestidos de noiva, você participa da vida de uma pessoa de uma forma única”, conta a estilista.

Romântica, mas sem ‘mimimi’, como ela mesma define, Carol diz que a pior noiva é aquela que não tem opinião. “A mulher precisa saber o que ela quer e ter coragem para bancar. Aquele é o momento dela, não tem por que seguir as vontades dos outros”, diz a estilista, que também adianta o que está em alta no mercado. “As mulheres querem brilhar. Portanto, bordados nas transparências, pérolas e cristais seguem fazendo sucesso. A renda e o decote nas costas também estão entre os queridinhos da vez. O vestido com manga longa também está sendo muito procurado, mesmo no verão.”

Para quem não pode gastar muito, Carol ensina: “Neste caso, é preciso pensar nas prioridades. Para baratear o vestido, por exemplo, basta colocar menos renda e menos bordado. Escolher um tecido nacional bacana no lugar de um importado também ajuda.” Outros pitacos de Carol dizem respeito ao tomara que caia e ao uso do tule. “O tomara que caia é um decote básico muito usado. Eu adoro. Sempre digo que, se o corpo da pessoa estiver legal, pode usar sem problema algum. Já o tule ficou popular demais. Mesmo assim, caso a noiva opte por ele, é preciso verificar se o tecido está esticadinho no corpo.” 

OS CONSELHOS DA ESPECIALISTA

* Vestido perfeito é aquele que faz a noiva feliz. Beleza, luxo, corte e caimento perfeito têm um custo maior, mas quase sempre deixam as noivas felizes. Porém, aluguel ou primeiro aluguel podem ser a saída. Não tenho nada contra.

* Beleza. A maquiagem perfeita é a que combina com você. O que mais me encanta é uma pele perfeita, com contornos bem definidos, iluminada, delineador e cílios bem marcados para um olhar marcante.

* Os acessórios. Harmonizar a grinalda com o visual da noiva é fundamental. Também é importante seguir a sequência natural de escolhas: vestido, grinalda e penteado, nesta ordem.

* O buquê. Combina com o vestido e a cerimônia, não com a decoração. As noivas mais baixas e delicadas devem usar um buquê pequeno. Já as mais altas podem adotar um buquê com caule mais longo.

* Mães e madrinhas devem conversar com a noiva para saber a opinião dela sobre o que devem vestir. De qualquer forma, devem evitar decotes exagerados, excesso de brilhos e vestidos nas cores preta ou branca.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *