Últimas

Estudantes da UFPE elaboram pesquisa para avaliar transporte público na Cidade Universitária

A busca por transporte público de qualidade mobilizou estudantes de Arquitetura e Urbanismo, Economia e Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco a montar o projeto “Movimento pela Mobilidade Urbana”. A ideia é desenvolver uma pesquisa com o intuito de elaborar diretrizes para a melhoria dos transportes coletivos. A equipe, orientada pelo professor do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Mauricio Andrade, criou um questionário, disponibilizado na comunidade virtual UFPE no Facebook, para descobrir a real situação do transporte público que atende a Cidade Universitária e os seus arredores.

“O caso da estudante Camila Mirele, que foi arremessada de um ônibus que fazia a linha Barro/Macaxeira via BR-101, sensibilizou os estudantes, mas não houve nenhuma ação concreta para resolver a questão do transporte coletivo”, explicou Ricardo Américo, do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade. Diante deste e de outros casos de descaso e negligência envolvendo o transporte público no Recife e região metropolitana, o movimento resolveu recolher informações que possam embasar a luta por melhorias no transporte coletivo, principalmente o que atende a Universidade.

“Precisamos ter dados para mostrar que o transporte público não está atendendo adequadamente os estudantes”, afirmou. Ele coordena o movimento ao lado do estudante Felipe Mozart, do curso de Economia, e da aluna francesa Pauline Bergamin, intercambista do curso de Engenharia Civil. “O estudo tem objetivo prático, envolve os estudantes de maneira pró-ativa e permite que nós da pesquisa em transportes possamos utilizar os dados em trabalhos acadêmicos. Ganham a Universidade, os alunos e a sociedade”, afirmou o professor Maurício Andrade, responsável por qualificar tecnicamente o trabalho dos estudantes.

CASO CAMILA –
A universitária Camila Mirele Pires da Silva, 18 anos, morreu após cair do ônibus em que voltava para casa, no Recife, no dia 8 de maio. O acidente aconteceu quando o coletivo da linha Barro-Macaxeira passava pela BR-101, nas proximidades do Campus Recife da UFPE. A linha é operada pela empresa Metropolitana. Aluna do segundo ano do curso de Biomedicina na UFPE, Camila estava voltando para casa, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, e o ônibus estava lotado. O veículo estava em movimento quando a porta se abriu e a jovem caiu. Ela ainda foi socorrida no Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos.

Da UFPE

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *