Últimas

Improvisar, pagar R$ 500 mil ou apostar na base? O dilema da zaga do Grêmio

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Edinho, volante do Grêmio, brinca com a bola antes do treino

    Edinho, volante do Grêmio, brinca com a bola antes do treino

O Grêmio tem um problema para resolver na montagem da sua zaga para a próxima rodada do Brasileirão, contra o Flamengo, às 18h30 de sábado (18), no Maracanã.  A única certeza é que Pedro Geromel será escalado caso não tenha problemas físicos durante a semana.

O problema começa com Rhodolfo. O jogador tem negociações para atuar no futebol europeu e, nos últimos três jogos, ficou de fora, mesmo com o departamento médico afirmando que ele tem condições de atuar.

Seu substituto natural tem sido Erazo. Mais um problema. Com vínculo com o Flamengo, ele só poderia entrar em campo com uma multa de R$ 500 mil, de acordo com o jornal Zero Hora.

Apesar de a nova regulamentação da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não permitir esse tipo de cláusula, como o acordo foi feito antes, a diretoria gremista entende que não poderá contar com o equatoriano.

Uma alternativa sem poder contar com os dois atletas será improvisar Edinho. O volante já atuou como zagueiro em outras ocasiões, tem retomado seu ritmo de jogo e ganhou elogios da comissão técnica. Como, em princípio, o meio-campo terá os principais atletas à disposição, essa opção não mudaria tanto a formação do time.

Por fim, mais duas opções será apostar na juventude. Gabriel Silva e Rafael são dois nomes de atletas que não têm tanta experiência no time profissional. Juntos, eles não conseguem atingir a marca de 10 jogos disputados. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *