Últimas

Jornalista da Folha publica romance sobre terroristas no Paquistão

Publicidade

“Ariana” é um romance de espionagem intrigante e um retrato acurado dos costumes e dos conflitos políticos no conglomerado formado por Paquistão e Afeganistão.

O livro é a estreia na literatura de Igor Gielow, 41. Jornalista da Folha desde 1992, período no qual passou por diversas funções, ele ocupa desde 2013 o cargo de diretor da Sucursal de Brasília.

Igor Gielow/Folhapress
Soldados dão balas a crianças no Paquistão, em foto tirada por Igor Gielow em 2009
Soldados dão balas a crianças no Paquistão, em foto tirada por Igor Gielow em 2009

A trama retrata a saga de Mark Zanders, jornalista brasileiro radicado em Londres, especialista na cobertura de conflitos internacionais.

Em fins de 2007, ele e seu fixer (misto de intérprete, secretário, motorista e repórter) são vítimas de explosão em um hotel no Paquistão. Pouco antes de morrer, Waqar, o fixer, diz ao brasileiro: “Você precisa encontrar Ariana”.

Mark não faz ideia de quem seja tal mulher. A tentativa de decifrar o enigma o levará a uma rede de terroristas, espiões e ameaças nucleares.

Os detalhes que dão sustentação e realismo ao romance vieram da própria experiência de Gielow. Após os atentados de 11 de Setembro, em 2001, especializou-se na “guerra ao terror” e passou a década seguinte visitando Paquistão, Afeganistão e Iraque para escrever reportagens.

No Paquistão, por exemplo, Gielow teve realmente um fixer chamado Waqar, a quem o livro é dedicado. Ao contrário do romance, ele está vivo e hoje vive exilado.

“O livro não é autobiográfico, mas quase tudo que narro aconteceu comigo ou com pessoas que conheço. A verossimilhança foi minha meta. Ao mesmo tempo, o livro me deu liberdade de fantasiar um pouco aquela realidade e expressar meus sentimentos.”

Gielow visitou a região pela última vez em 2011, mas não se sente totalmente distante do clima bélico.

“De certo modo, Brasília é tão complicada quanto o Paquistão. Aqui também a bomba explode todo dia, e você nunca sabe de onde vem.”

ARIANA
AUTOR Igor Gielow
EDITORA Record
QUANTO R$ 40 (350 págs.)
LANÇAMENTOS nesta quinta (9), às 19h, em Brasília (Livraria Cultura do Shopping Iguatemi); 14/7, às 19h, em São Paulo (Livraria Cultura – Conjunto Nacional)

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *