Leonardo Picciani é favorito para suceder Eduardo Cunha na Câmara

Rio – Muito ligado a Eduardo Cunha, Leonardo Picciani, líder do PMDB na Câmara dos Deputados, desponta como favorito para suceder o correligionário na presidência da Casa. A eleição será no início de 2017.

Cunha, por sua vez, articula sua ida para a presidência nacional do partido. Sua desenvoltura é tanta que ele já começa a incomodar caciques regionais do PMDB — a troca de acusações entre o parlamentar e o senador Jader Barbalho (PA) seria um sintoma desta disputa de poder.

PP em cena 1

Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá tenta convencer o deputado estadual Sadinoel a não trocar o partido pelo PP. A mudança seria para viabilizar a candidatura do parlamentar a prefeito de Itaboraí. Quaquá ressalta que o atual prefeito de lá, Helil Cardozo, é muito ligado a Eduardo Cunha. Para ele, o PP, ao contrário do PT, não teria coragem de enfrentá-lo.

PP em cena 2

Expulso do Psol, o deputado Cabo Daciolo procurou lideranças do PP. Disse que iria para o partido desde que lhe fosse assegurada a candidatura à presidência da República ou, no mínimo, ao Senado. Propôs também prender uns 400 coronéis do Corpo de Bombeiros.

Difamação
A juíza Isabela Chagas, da 192ª Zona Eleitoral, condenou o blogueiro Ricardo Gama por crime eleitoral. Foi determinada multa de cinco salários mínimos a Gama, que, em 2010, acusou o então candidato a deputado estadual André Lazaroni de ter ligações com o tráfico de drogas da Rocinha.

Aperto
O município de Casimiro de Abreu cancelou uma série de festas previstas para os próximos meses. Entre elas, o aniversário da cidade.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *