Últimas

Marginais terão novo limite de velocidade a partir desta segunda-feira

Publicidade

Os paulistanos devem se preparar para reduzir a velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros a partir desta segunda-feira (20), com a entrada em vigor dos novos limites em todas as três pistas: expressa, central e local.

As alterações variam de acordo com as pistas e com os tipo de veículos, leves (carros, motos e utilitários) e pesados (ônibus, caminhões, carretas). De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), as placas de sinalização de velocidade já foram todas mudadas até este domingo (19).

Confira abaixo como ficarão os novos limites a partir de amanhã.

marginal Tietê marginal Pinheiros
Pista Expressa Veículos leves: de 90 km/h para 70 km/h; Veículos pesados: de 70 km/h para 60 km/h Veículos leves: de 90 km/h para 70 km/h; Veículos pesados: de 70 km/h para 60 km/h
Pista Central Todas os tipos de veiculos: de 70 km/h para 60 km/h
Pista Local Todos os tipos de veículos: de 70 km/h para 50 km/h Todos os tipos de veículos: de 70 km/h para 50 km/h

Em alguns trechos, porém, serão mantidas velocidades mais baixas e já adotadas anteriormente por questões de segurança:

marginal Tietê:

– pista central, sentido Ayrton Senna, antes da ponte da Casa Verde: 50 km/h;

– pista central, sentido Ayrton Senna, antes da ponte das Bandeiras: 50 km/h.

marginal Pinheiros:

– pista expressa, sentido Castello Branco, antes da ponte Eusébio Matoso: 60 km/h;

– pista expressa, sentido Interlagos, próximo ao Km 15 (trecho em obras): 60 km/h;

– pista única, sentido Interlagos, antes da ponte Transamérica (curva): 60 km/h.

MENOS MORTES

Segundo a CET, a mudança tem o objetivo de aumentar a segurança de tráfego e reduzir a quantidade de acidentes nas duas vias, que provocam números “alarmantes” de mortos e feridos, sobretudo de motociclistas e pedestres, mais vulneráveis.

As marginais Tietê e Pinheiros são as campeãs de ocorrências com fatalidades na capital.

De acordo com balanço apresentado em janeiro pela Secretaria Municipal dos Transportes, a cidade de São Paulo teve alta de 8,4 % no número de acidentes com mortes entre 2013 e 2014, passando de 1.152 para 1.249 mortes, a maioria de pedestres (44,4%).

Este foi o primeiro aumento desde 2011. Mas, por outro lado, o número de acidentes apenas com feridos caiu na cidade, passando de 23.365 em 2013 para 21.704 no ano passado –uma queda de 7%.

Ainda de acordo com a CET, análises mostram que, na maioria dos casos, a menor velocidade do veículo poderia ter evitado acidentes ou minimizado os danos físicos e materiais causados por eles.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *