Últimas

Microsoft pode reduzir o número de modelos de celular lançados por ano

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Hoje mais cedo nós anunciamos a demissão de 7800 funcionários das divisões de telefone da empresa. Na semana passada, divulgamos que esta mesma divisão não é mais o foco da empresa, passando a fazer parte de uma divisão mais geral de dispositivos com Windows. Além disso, vários rumores começaram a aparecer na internet falando sobre o fim dos celulares da Microsoft, ainda que isso não pareça ser muito provável.

Em um depoimento recente o CEO disse que “estamos saindo de uma estratégia para o crescimento de nosso setor de telefones de forma individual, para nos focar no crescimento e na criação de um ecossistema vibrante de produtos baseados em Windows, o que inclui os dispositivos produzidos pelas nossas empresas.” Ou seja, não podemos negar que ênfase no Windows Phone deverá diminuir com o remanejamento, e já é possível ver isso com as demissões de hoje, mas é difícil acreditar que a Microsoft abandonaria esta divisão depois de tanto esforço para criar uma plataforma unificada em termos de sistema.

Alguns jornalistas leram estas notícias como uma demonstração de que a Microsoft esperaria que outras fabricantes passassem a se focar mais na produção de seus celulares, mas isto também parece ser bastante improvável. O CEO divulgou um email mais cedo, onde ele falou em alguns pontos sobre o futuro da telefonia na empresa.

“Estou empenhando em nosso negócio de dispositivos móveis, incluindo smartphones”, disse Nadella. “No entanto, é preciso concentrar nossos esforços na linha de telefones em curto prazo para conduzir a reinvenção.”

“Eu quero atualizar vocês sobre as decisões que impactarão nosso mercado de smartphones… Antecipo que essas mudanças, além de outras, resultarão em uma redução de 7800 posições no mundo inteiro, primariamente do nosso mercado de telefonia. As reduções ocorrerão ao longo dos próximos meses. Eu não faço mudanças como essa com ânimo, já que elas afetam a vida de pessoas que impactaram a Microsoft. Nós estamos profundamente comprometidos a ajudar nosso time a passar por essas transições”, afirmou Nadella.

Reduzindo o número de aparelhos

O Bloomberg divulgou hoje que a empresa passaria por um grande restruturamento, passando a lançar apenas um ou dois modelos para cada categoria de clientes, isto é produtos de entrada, médios e avançados. Segundo uma fonte não divulgada, e importante dizer, não confirmada pela Microsoft, isso reduziria o número de lançamentos do Windows Phone para no máximo seis aparelhos por ano.

Dado que a empresa representa hoje em dia 3% do mercado mundial de aparelhos, e movimenta cerca de 40 milhões de unidades ao ano, não é de se estranhar que uma abordagem mais linear possa favorecer os planos da Microsoft. A própria Apple, que é a segunda maior empresa deste mercado, raramente lança mais do que três modelos de iPhone durante o período de um ano.

Esses números também são condizentes com a redução brutal de funcionários que a empresa está fazendo, tentando acabar com qualquer posto de trabalho que se sobreponha a outro ocupado em outra região do globo. É importante notar que a maioria dos desempregados virá das fileiras da antiga Nokia, em uma tentativa de tornar a divisão de telefonia da Microsoft mais ágil e rentável.

A notícia de redução dos lançamentos de aparelhos parece fazer parte da estratégia do novo CEO de “Fazer escolhas difíceis em relação a coisas que não estão funcionando”. Desde que Satya Nadella assumiu a empresa no final do ano passado, o foco passou a repousar inteiramente em três áreas principais: computadores pessoais, plataformas em nuvem e produtividade de negócios.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *