Últimas

Moradores do Rio fazem apitaço após discurso de Eduardo Cunha

Jovens e blocos de carnaval ocuparam a Praça São Salvador, na zona sul do Rio, na noite de sexta, para fazer um apitaço durante os cinco minutos do pronunciamento em rede nacional de rádio e TV do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Moradores de prédios no entorno da praça bateram panelas em apoio à manifestação.

Segundo uma das organizadoras do evento e de uma página nas redes sociais chamada Fora Eduardo Cunha, a estudante de ciências sociais da Uerj Gopala Miron, o protesto também ocorreu em outras cidades, como Belo Horizonte, Brasília e São Paulo.

“Foi um barulhaço contra a indignação seletiva do Eduardo Cunha. Tiveram os panelaços contra a Dilma, mas o Eduardo Cunha carrega 23 processos no STF e as pessoas só se indignam com as denúncias que atingirem a Dilma”.

A estudante ressaltou que o movimento é apartidário e não significa apoio à presidenta Dilma, e sim indignação contra o Eduardo Cunha. “O movimento foi construído pela sociedade, nós só lançamos o evento há uma semana, quando soubemos que ele ia fazer o pronunciamento”, disse.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *