Últimas

"Muito bom poder defender a classe", diz Rogéria sobre papel em "Babilônia"

Rogéria está contente por finalmente poder estrear em “Babilônia”. Depois de ter chegado a afirmar que não iria mais participar da novela, a atriz começou a gravar na última segunda-feira (29) suas primeiras cenas como Úrsula Andressa, transexual que será apresentada como a avó de Gabi (Kisi Vaz) na trama.

Em entrevista ao UOL, Rogéria, que teve sua entrada na trama adiada na tentativa de alavancar a baixa audiência da novela,  comemorou por finalmente ter começado a gravar com o elenco de “Babilônia”.

“A gente sempre está sujeito a tempestades e trovoadas. As pessoas viam meu nome nos créditos e me perguntavam quando eu ia aparecer na novela. Mas eu sempre soube que meu personagem entraria, só não sabia quando. Estou muito feliz. Todo o elenco me recebeu com muito carinho”, disse.

Aos 72 anos, Rogéria também comemora o fato de poder interpretar pela primeira vez uma transexual em uma novela. “É muito bom poder defender a classe, dar voz ao público LGBT. É muito bom poder trabalhar em cima de um causa legal. Estou muito feliz”, contou.

Amiga de Fernando Montenegro e Nathalia Timberg, Rogéria minimizou as críticas que as pessoas fizeram ao ver o selinho protagonizado pelas atrizes no primeiro capítulo da novela.

“São duas atrizes fazendo uma cena. Eu vejo a coisa artisticamente, nada me choca. O que me choca é o roubo da Petrobras, isso sim é uma vergonha. Um beijo de duas atrizes defendendo a causa gay é fantástico. O trabalho delas é mágico”, disse.

Segundo a própria Rogéria, as cenas dela estão previstas para irem ao ar no dia 7 de julho.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *