Últimas

Negociações sobre novo resgate para Grécia começam na segunda-feira

Publicidade

As negociações entre a Grécia e seus credores internacionais envolvendo um novo pacote de resgate ao país devem seguir adiante na segunda-feira (27), após serem resolvidas as questões logísticas que adiaram as reuniões marcadas para esta semana, disse uma autoridade grega neste sábado (25).

Os encontros entre autoridades da Comissão Europeia, BCE (Banco Central Europeu) e FMI (Fundo Monetário Internacional) deveriam começar na sexta-feira, mas foram adiados por questões organizacionais, incluindo a localização das reuniões e segurança.

A autoridade do Ministério das Finanças grego disse que as conversas devem agora começar formalmente na segunda, depois que as questões logísticas foram solucionadas. A autoridade, que falou na condição de anonimato, negou que o governo grego estivesse tentando manter a equipe dos credores longe dos departamentos governamentais.

Grécia

“Não temos nenhum problema com uma eventual visita deles ao Escritório Geral de Contabilidade”, disse a fonte.

Os gregos têm visto as visitas de inspeção dos credores como uma violação da soberania do país e durante seis meses as negociações aconteceram em Bruxelas a pedido de Atenas.

ACORDO

Na última quinta-feira (23), o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conteve uma nova rebelião em seu partido, o Syriza, e aprovou um segundo pacote de reformas exigidas para o início das conversas sobre o acordo de resgate financeiro de até € 86 bilhões.

A aprovação era um requisito prévio acordado para que o FMI, BCE e Comissão Europeia iniciassem as negociações sobre o terceiro resgate ao país.

O projeto de lei que parlamentares votaram nesta quinta-feira trata de regras para lidar com bancos em crise e mudanças no código civil para agilizar o sistema judiciário -mais duas condições exigidas pela zona do euro e o FMI para a abertura das negociações sobre o empréstimo de resgate.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *