Últimas

No aniversário da Livraria da Folha, veja DVDs da Versátil a partir de R$ 19,90


16/07/2015

20h41


da Livraria da Folha

No mês em que completa seis anos, a Livraria da Folha deu início a uma série de promoções especiais. Abaixo, veja uma seleção de DVDs da Versátil Filmes a partir de R$ 19,90 e confira aqui a lista completa. A promoção é válida por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

Quando a monarquia foi restaurada e os ideais conquistados após a Revolução Francesa deixados de lado, boa parte da população da França passou a viver em condições de extrema pobreza. O descontentamento levou a uma série de revoluções populares, descritas em “Os Miseráveis”, célebre romance de Victor Hugo. A obra foi adaptada para a TV em uma minissérie com Gérard Depardieu e John Malkovich.

Terceiro filme protagonizado pelo personagem Antoine Doinel, o alter ego do cineasta, “Beijos Proibidos” conta a trajetória de Antoine Doinel, que, depois de trabalhar como atendente noturno num hotel em Paris, passa a ser um detetive particular. Entre suas atrapalhadas investigações, começa um romance com a sensata Christine Darbon.

Assista ao vídeo
Em “A Noiva Estava de Preto”, Julie acabou de se casar com seu namorado de infância e amor da sua vida. Porém, logo depois da cerimônia, seu amado é assassinado ao sair da igreja. Emocionalmente perturbada, ela decide se vingar, matando cada um dos responsáveis pela morte do marido. O filme, que traz trilha sonora de Bernard Hermann, é uma homenagem ao mestre Alfred Hitchcock.

Um dos mais aclamados filmes de François Truffaut, “O Homem que Amava as Mulheres” conta a história de Bertrand Morane, que, antes de morrer, escreve uma biografia para narrar sua vida inteiramente consagrada às mulheres: das frustrações de infância pela mãe ausente às incontáveis conquistas femininas.

Um dos últimos filmes de François Truffaut, “O Último Metrô”, traz a cidade de Paris em 1942, durante a ocupação nazista. No filme, o judeu Lucas Steiner, dono de um teatro, é forçado a deixar o país. A sua mulher, a atriz Marion, dirige o teatro por ele, com a encenação de uma nova peça. mas, na verdade, Lucas continua no local, escondido no porão. E é dali que, secretamente, dá continuidade ao seu trabalho de direção.

“Jules e Jim”, de 1962, marcou toda uma geração e se tornou um dos maiores filmes do cinema. Inspirado no romance de Henri-Pierre Roché, o filme apresenta uma reflexão sobre o amor, a amizade e a fidelidade em um inusitado triângulo amoroso que se estende por décadas.

Assista ao vídeo

C. G. Jung, fundador da psicologia analítica, não era o intelectual mais amado do século 20. “Quando fui à Europa todos achavam que ele era [charlatão] também. E que era um homem vaidoso e convencido”, diz a jornalista Mary Bancroft no documentário “Questão do Coração”. Oroduzido nos Estados Unidos em 1986, dirigido por Mark Whitney, o documentário chegou ao Brasil apenas no fim de 2013. A edição brasileira traz extras, com imagens de arquivo e entrevistas com seus amigos e colaboradores, e uma entrevista com Jung gravada em 1959.

“Antonio Gramsci – Os Dias do Cárcere”, do cineasta Lino del Fra, retrata a relação do pensador com os outros presos políticos e deixa evidente o rompimento com as práticas do stalinismo, além dos momentos de criação dos “Cadernos” e de sua análise sobre a relação de Sociedade Civil e Estado.

Assista ao vídeo
A caixa “Obras-primas do Terror” reúne seis filmes produzidos entre as décadas de 1940 e 1960 e estrelados por atores como Vincent Price, Bela Lugosi, Christopher Lee e Boris Karloff. “O Chicote e o Corpo”, “A Orgia da Morte”, “O Túmulo Vazio”, “Na Solidão da Noite”, “A Noite do Demônio” e “A Aldeia dos Amaldiçoados” estão na edição.


+ Conteúdo

+ Ofertas



Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *