Últimas

Palmeiras derrota o Santos e encosta no G4 do Brasileiro

Publicidade

Deu Palmeiras no reencontro dos dois finalistas do Campeonato Paulista. Diante de 38.220 torcedores, o alviverde vingou a perda do Estadual ao vencer o Santos por 1 a 0 no Allianz Parque, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O clássico, prestes a completar 100 anos, foi decidido por Leandro Pereira, aos 14min da etapa inicial.

Em campo, os dois times pouco lembravam os confrontos disputados há dois meses e meio. Enquanto os santistas perderam Robinho, os palmeirenses ganharam em confiança e organização desde a chegada de Marcelo Oliveira. Em sete rodadas sob o comando do técnico, foram cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota, logo na estreia.

O resultado deixa o alviverde em sexto lugar, com 25 pontos –a dois da zona de classificação da Libertadores. Já a derrota mantém os santistas na 17ª posição –na zona de rebaixamento–, com 13 pontos.

As duas equipes voltam a jogar pelo Brasileiro no próximo domingo (26). Às 11h, o Santos recebe o Joinville na Vila Belmiro. Mais tarde, às 18h30, o Palmeiras enfrenta o Vasco em São Januário, no Rio.

Antes disso, porém, o clube da Vila Belmiro tem compromisso decisivo pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, os santistas jogam em casa diante do Sport, pela rodada de volta da terceira fase. Na ida, os pernambucanos venceram por 2 a 1.

O JOGO

Mesmo com o retorno de Robinho, o Palmeiras não conseguiu exercer sobre o Santos a mesma pressão que costuma fazer em jogos dentro de casa. Os visitantes, aliás, começaram melhor devido às constantes trocas de posição de Geuvânio, Gabriel, Lucas Lima e Ricardo Oliveira.

Enquanto os santistas controlavam a posse de bola, a equipe alviverde era mais objetiva. Aos 14min, quando já tinha duas finalizações na partida, o Palmeiras saiu na frente. Robinho serviu Leandro Pereira na entrada da área e o atacante, de costas para o gol, girou sobre Werley antes de chutar forte no canto direito de Vanderlei.

Em vantagem, os palmeirenses fecharam os espaços na defesa. Vigiado de perto por Gabriel, o meia Lucas Lima teve muitas dificuldades para alimentar o trio ofensivo santista. Assim, os visitantes só assustaram quando Zeca bateu rente ao poste esquerdo de Fernando Prass, aos 32min.

No segundo tempo, a equipe da Vila Belmiro avançou a marcação e não permitiu ao Palmeiras controlar a posse de bola. A melhor chance do time alviverde aconteceu aos 12min, quando Leandro Pereira testou sobre o travessão após cobrança de falta.

A pressão santista quase surtiu resultado. Aos 28min, Neto Berola driblou Lucas e bateu perto do ângulo esquerdo de Fernando Prass. Seis minutos mais tarde, Gabriel quase empatou em chute rasteiro, mas o camisa 1 palmeirense garantiu a vitória ao salvar com a ponta dos dedos.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *