Últimas

Pan: Pamella Oliveira aponta cansaço como fator para a queda de rendimento

Canadá – A primeira medalha do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto poderia ter vindo já na manhã deste sábado, no Triatlo. Pamella Oliveira, bronze em Guadalajara 2011, era uma das favoritas para subir novamente pódio. Ela chegou a liderar a prova, mas sentiu o cansaço na metade final e caiu de rendimento. Terminou apenas em décimo lugar, deixando escapar a sonhada medalha.

A brasileira iniciou bem a etapa de natação, mantendo-se entre as três primeiras colocadas até a transição para o ciclismo. No início da etapa sobre duas rodas, ultrapassou as adversárias e assumiu a liderança. Pouco depois, entretanto, deu sinais de desgaste e terminou os 40 km sobre a bicicleta já atrás das principais concorrentes, que abriram ainda mais na etapa de corrida.

Barbara Riveros, do Chile, ficou com o ouro, fechando a prova com o tempo de 1h57m18s. A prata ficou com a mexicana Paola Diaz, com 1h57m48s e o bronze foi para a atleta de Bermuda Flora Duffy, com 1h57m56s. Pamella terminou em 2h00m05.

“Hoje, definitivamente, meu corpo não estava respondendo ao que eu queria fazer. Todo mundo viu qual era minha tática. Na bike sai muito forte, minha intenção era fazer toda com a Flora (Duffy, atleta de Bermuda) pra sair junta e decidir na corrida. Mas na segunda volta estava muito cansada, muita dor na perna”, explicou a triatleta em entrevista concedida ao iG Esporte, na zona mista.

A preparação de Pamella para o Pan-Americano foi prejudicada devido a um acidente sofrido pouco antes dos jogos. Enquanto treinava com sua bicicleta, a atleta se colidiu com um caminhão, e só voltou a treinar três semanas antes dos Jogos de Toronto.

“Um caminhão atravessou a estrada e eu bati no caminhão. Tive que ficar parada um tempo e sair de varias provas.Mas eu estou 100% recuperada e vim para cá me sentindo muito bem”, relativizou.

Além de Pamella, outras duas brasileiras participaram da prova de Triatlo. Luiza Baptista foi a 17ª colocada, finalizando em 2h05m33, seguida imediatamente de Beatriz Neres, 2h05m34s

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *