Últimas

Papa Francisco chega ao Equador e pede inclusão e diálogo para todos

Publicidade

O papa Francisco desembarcou neste domingo no Equador, onde foi recebido pelo presidente Rafael Correa e deu início a um giro de uma semana por três países da região onde pretende levar sua mensagem aos mais pobres.

Em seu primeiro pronunciamento ao desembarcar, exortou os fieis ao “diálogo e à participação, sem exclusões”.

José Jacome Rivera/Efe
Francisco é recebido em Quito pelo presidente, Rafael Correa, e pela primeira-dama, Anna Malherber
Francisco é recebido em Quito pelo presidente, Rafael Correa, e pela primeira-dama, Anna Malherber

Depois de dois anos, Francisco volta ao que chama de seu “querido” berço sul-americano com uma aclamada mensagem de “justiça social” para os pobres. Depois do Equador, onde ficará até terça (7), o pontífice seguirá para a Bolívia e para o Paraguai.

O primeiro papa jesuíta e latino-americano da história chegou neste domingo ao aeroporto Mariscal Sucre, 20 km ao leste de Quito.

O avião do papa pousou às 14H43 locais (16H43 de Brasília). Sorridente, Francisco desceu as escadas minutos depois e recebeu um abraço do presidente equatoriano, Rafael Correa.

O papa argentino avançou, em meio a saudações, por uma fileira formada por crianças indígenas, vestindo trajes tradicionais.

Cercado por Correa e pela primeira-dama, Anne Malherbe, Francisco ouviu durante vários minutos notas de uma orquestra sinfônica.

Francisco, de 78 anos, e que estará no Equador até a quarta-feira, oferecerá ali sua primeira mensagem à América do Sul, aonde retorna após participar, em 2013, no Brasil, da Jornada Mundial da Juventude.

A América Latina concentra a maioria do 1,2 bilhão de católicos no mundo. No Equador, 74% da população de 15,7 milhões de pessoas se declara católica.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *