Petrópolis faz mutirão para limpar área afetada por desastre em 2011

Petrópolis – Moradores de Petrópolis que perderam suas casas nas chuvas de janeiro de 2011, na região serrana fluminense, fizeram neste domingo um mutirão para recolher lixo do Vale do Cuiabá.

Aproximadamente 300 pessoas foram reassentadas em um condomínio com 74 apartamentos em janeiro do ano passado, três anos depois do desastre que matou cerca de mil pessoas na região serrana, sendo 40 apenas no Vale do Cuiabá.

O gestor do condomínio, Elizier Vieira, disse que há problemas na coleta de lixo do condomínio e na limpeza das calhas que escoam as águas das chuvas. Segundo ele, os latões de lixo existentes não são suficientes para armazenar todo o lixo do condomínio. Além disso, não há limpeza do terreno do entorno, o que faz com que lixo e mato se acumulem nas calhas de drenagem.

Elizier, que morava com 60 pessoas de sua família em um grande terreno no Vale do Cuiabá e perdeu suas casas na chuva de 2011, teme que o acúmulo de mato e lixo nas calhas provoque um novo desastre como o de quatro anos atrás. “Se não tiver o escoamento da água, o que vai acontecer? O nível da água vai subir, como já subiu e danificou a pavimentação da estrada [de acesso ao condomínio]”, disse Elizier.

A ação de limpeza conta com o apoio da organização não governamental Viva Rio, como parte de um programa de ajuda a comunidades afetadas pelas chuvas de 2011. A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Petrópolis mas não obteve resposta até o fechamento desta reportagem.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *