Últimas

Pré-candidatos pedem, e eleição para presidente do CSA é adiada outra vez

Terça-feira será realizado apenas o pleito para o Conselho Deliberativo do clube

 

A eleição para a diretoria executiva do CSA foi adiada pela segunda vez. No último dia do prazo para a inscrição de chapas, os pré-candidatos Catanha e Rafael Tenório pediram ao presidente do Conselho Deliberativo, Sílvio Camelo, para transferir o pleito, em razão de dificuldades das chapas para atenderem aos requisitos do novo estatuto. Assim, apenas a eleição para o conselho segue mantida para a próxima terça-feira. Por enquanto, apenas Raimundo Tavares está inscrito para substituir Camelo.

– Eu recebi uma comunicação das duas chapas que até agora se manifestaram com interesse de disputar. Uma comandada pelo empresário Rafael Tenório, e uma comandada pelo ex-jogador, ex-atleta nosso, Catanha. Os dois fizeram um requerimento pedindo que eu transferisse a data de eleição para a presidência executiva. Paralelo a isso, o Raimundo Tavares me entregou uma chapa para o Conselho Deliberativo com 120 sócios. O Catanha não apresentou chapa para o conselho, apenas para a diretoria executiva. Isso não tem nenhum um problema. Com a eleição do presidente do conselho, caso seja eleito o Raimundo Tavares, ele comandará uma nova eleição a partir de terça-feira, já sentado no cargo – informou Silvio Camelo.

As articulações continuam sendo feitas nos bastidores do clube, mas o desfecho sobre o nome do próximo presidente-executivo é imprevisível. Catanha e Tenório já anunciaram e retiraram candidatura, mas a última informação é que ainda trabalham para inscrever seus nomes. A maior dificuldade é buscar componentes para as chapas que estejam com a situação regular no clube. Tenório chegou a registrar seu grupo dentro do primeiro prazo para inscrições, mas a chapa foi indeferida pela comissão eleitoral. O procedimento não atendia às exigências do estatuto.

Nesta semana, os dois pré-candidatos protelaram a inscrição e pediram, oficialmente, por meio de documentos, para que a eleição fosse mais uma vez adiada. Sem chapas regularizadas, Camelo decidiu aceitar a mudança. Por enquanto, o vice-geral Lumário Rodrigues continua respondendo pelo cargo de presidente-executivo do CSA.

Sem calendário para o restante da temporada, o maior campeão alagoano tenta arregimentar forças para montar um time competitivo para o estadual de 2016. Os projetos, por enquanto, estão parados até que um nome seja homologado nas eleições.

 

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *