Últimas

Presidente do Flamengo quer ver "cara dos deputados" na MP do futebol

  • Vinicius Castro/ UOL

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou nesta segunda-feira, em São Paulo, que os deputados precisam mostrar a cara e votar a MP do futebol, que trata do refinanciamento das dívidas fiscais e trabalhistas dos clubes de futebol profissional.

A Medida Provisória 671 cria o Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut), um instrumento de refinanciamento que exige dos clubes que aderirem o cumprimento de critérios de responsabilidade fiscal e de gestão interna. Se não for votada na Câmara e no Senado até o dia 17, ela será descartada, depois de quase três anos de discussão.

“Acordo é acordo. Gostaria de fazer um apelo a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara. Ele diz que quer atender os interesses dos clubes. O apelo é para que seja votado e cada deputado possa mostrar sua cara. Essa é uma excelente possibilidade para se dar um ponto de partida para melhorar o futebol”, disse ele.

Bandeira de Mello afirmou que o risco é que a MP seja empurrada com a barriga. “Assim, o nosso trabalho cairia por Terra. Sem o refinanciamento das dívidas e sem a moralização do futebol. Voltaríamos à estaca zero”.

Segundo ele, sem o acordo os grandes clubes sobriveriam com dificuldades, mas outros poderiam ter problemas que os inviabilizassem financeiramente.

Na semana passada, diante de um impasse no plenário, a Câmara adiou a análise da MP, que deverá ser apreciada nesta terça-feira, após um acordo entre os presidentes dos clubes e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

O presidente do Atlético-PR, Mauro Celso Petraglia, afirma que a modernização do futebol é essencial. “O atual estado das coisas está caindo de podre. Precisamos reavaliar a forma de poder do futebol brasileiro a partir dos clubes”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *