Últimas

Smartphones da Sony foram os campeões de queixas no Procon-SP em 2015

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Procon-SP publicou hoje (30) o seu relatório semestral sobre as empresas que mais receberam reclamações dos consumidores brasileiros nos últimos seis meses. Entre todos os problemas registrados, os smartphones ficaram no topo com um total de 30% das queixas realizadas em 2015. Isso equivale a um total de 2.709 reclamações que abrangem as principais marcas do segmento. O grande destaque foi a Sony teve um crescimento assustador de 773% quando comparado ao mesmo período de 2014.

“Os celulares da Sony estão entre os que apresentaram mais reclamações, 865 – um aumento de 773% em relação ao mesmo período de 2014, quando tiveram 99 queixas –, além de terem diminuído o índice de solução de 94% em 2014, para 69% em 2015. Em segundo lugar ficaram os aparelhos da Motorola com 535 reclamações, e índice de solução de 87%. Em terceiro lugar ficou a Samsung com 497 reclamações.” – informa o relatório do Procon-SP.

Sendo assim, as cinco marcas com maior quantidade de reclamações no Procon-SP são:

  • Sony (865 reclamações, 69% de solução)
  • Motorola (535 reclamações, 86% de solução)
  • Samsung (497 reclamações, 95% de solução)
  • Microsoft (114 reclamações, 86% de solução)
  • LG (109 reclamações, 89% de solução)

É normal vermos um maior índice de reclamações entre as empresas que mais vendem, já que quanto mais produtos circulando no mercado maiores são chances de algum deles apresentar falha de fabricação, também conhecido como “vício de produto”. No entanto, Samsung é a empresa que mais vende smartphones no Brasil, mas ficou apenas em terceiro lugar entre as mais registradas (além de ter o maior índice de solução de problemas), enquanto a Sony que não tem um ritmo de vendas tão intenso no nosso país, está ocupando a primeira colocação com um número de queixas quase duas vezes maior que a sul-coreana.

O relatório do Procon-SP também inclui outros produtos de tecnologia como computadores, notebooks e tablets. Neste cenário a Lenovo e CCE ocupam o topo com mais de 300 reclamações nos últimos meses. Confira as cinco mais reclamadas no Procon:

  • Lenovo e CCE (322 reclamações, 80% de solução)
  • Positivo (165 reclamações, 59% de solução)
  • Dell (74 reclamações, 80% de solução)
  • DL (48 reclamações, 60% de solução)
  • HP (45 reclamações, 86% de solução)

O Procon gosta de reforça os direitos dos consumidores quanto ao vício de produtos: segundo o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor, os fornecedores são responsáveis pelos defeitos de qualidade ou quantidade dos produtos duráveis e não duráveis que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor. Assim como por defeitos causados pela disparidade com as indicações que constam na embalagem do produto ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes defeituosas.

O Procon-SP alerta que, caso não tenha o problema sanado no prazo máximo de 30 dias, o consumidor poderá exigir da empresa, de acordo com a sua preferência, a substituição do produto por outro da mesma espécie e em perfeitas condições de uso, a restituição imediata da quantia paga – monetariamente atualizada – sem prejuízo de eventuais perdas e danos, ou o abatimento proporcional do preço. É sempre importante ter isso em mente e buscar por seus direitos.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *