Últimas

Varredura em Marinha americana pode durar horas

quinta-feira, 2 de julho de 2015 – 17h43

Atualizado em
quinta-feira, 2 de julho de 2015 – 17h43


Polícia cerca Marinha em Washington / REUTERS/Jonathan ErnstPolícia cerca Marinha em Washington
REUTERS/Jonathan Ernst

Ainda pode demorar horas a varredura da polícia dos Estados Unidos na base da Marinha em Washington, onde, na manhã desta quinta-feira, relatos indicaram ter havido disparos no local.

Uma pessoa armada teria entrado na Marinha, mas as autoridades não confirmaram tal versão e, até a tarde desta quinta-feira, não houve relatos de feridos.

Responsáveis pelo prédio apenas confirmaram que o alarme foi ativado para toda a área da base, que fica a menos de um quilômetro da sede do Congresso norte-americano. O FBI (Departamento Federal de Investigação, da sigla em inglês) e o Corpo de Bombeiros foram acionados. A polícia cercou o centro administrativo da Marinha desde a manhã desta quinta-feira.

Porém todo prédio foi trancado e nenhum funcionário pôde sair. Quem não chegara ao trabalho, recebeu a ordem de ficar em casa.

O caso aconteceu às vésperas do feriado de 4 de julho, o Dia da Independência americana, em um prédio que já foi palco de um tiroteio. Em 2013, um veterano da Marinha abriu fogo em um dos prédios do local e matou 11 pessoas.

O prédio em Washington, chamado de Navy Yard, é o estabelecimento mais antigo da Marinha americana.

Fonte: Band.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *