Vídeo íntimo de Laura Keller foi gravado pelo marido: 'Ao meu lado'

Laura Keller está inconsolável nesta sexta-feira, 17. Um vídeo íntimo com ela vazou na internet e a loira quer que os responsáveis sejam punidos. Nas imagens, que duram 20 segundos, Laura aparece na cama com outra mulher, vestindo uma meia-calça 7/8, salto alto e chicote na mão. Ao fundo, é possível ouvir a voz de um homem gravando a ação e dando ordens. “Pega ela e beija bem gostoso”, manda o rapaz.

Laura Keller (Foto: Marco Mello)Jorge Sousa e Laura Keller (Foto: Marco Mello)
ego nas redes sociais

Ao EGO, por meio de sua assessoria de imprensa, Laura confirmou que o homem em questão é seu marido, Jorge Souza. “Sou contra rótulos… Gosto de pessoas: homem ou mulher. Estava na minha casa, com meu marido, na minha intimidade. Ninguém melhor do que eu para realizar as fantasias do meu marido. Sou bem casada e ele está ao meu lado nessa parada. O problema não é o que eu estava fazendo, mas a violação da minha intimidade”, reclama ela, que não quis dar a identidade da parceira de cena.

Laura, que interpreta a personagem Luiziane na série “Pé na Cova”, da Globo, diz não fazer ideia de como o vídeo vazou e quer justiça. “Infelizmente sou mais uma vítima da invasão de privacidade que sofremos atualmente. Minha intimidade diz respeito apenas a mim e a meu marido. Estamos investigando e espero que a lei ‘Carolina Dieckmann’, que torna crime a invasão de aparelhos eletrônicos, possa nos ajudar”, desabafa.

“Hoje, essa exposição a que somos sujeitos, assusta. A sensação é de que nossa intimidade   pode ser roubada de nós a qualquer momento. Essa invasão avança com a mesma velocidade de todo esse progresso tecnológico”, compara.

Em vigor desde abril de 2013, a lei 12.737 foi apelidada de “Carolina Dieckmann” por causa da divulgação das fotos em que a atriz aparecia nua. Aqueles que são enquadrados na lei podem ser punidos com multa mais detenção de seis meses a dois anos. Se houver divulgação, comercialização ou envio das informações sensíveis obtidas na invasão, como comunicações privadas, segredos industriais e dados sigilosos, a pena pode ser elevada de um a dois terços.

Laura Keller (Foto: Marco Mello)Laura Keller com o marido, Jorge Sousa (Foto: Marco Mello)

Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *