Últimas

CEO da empresa responsável pelo Ashley Madison se demite

Noel Biderman , o CEO da Avid Life Media, empresa responsável pelo site de traições Ashley Madison, deixará o cargo nesta sexta-feira, 28. A decisão foi anunciada em nota assinada pelo vice-presidente, Andrew Ricci.

No texto, Ricci explica que a decisão foi tomada em comum acordo. “É o melhor a fazer pela empresa e nos permite continuar prestando apoio aos nossos membros e funcionários. Seguimos firmes em nosso compromisso com nossa base de clientes”, afirma. O comunicado não explica as razões para a saída de Biderman.

Na semana passada, foram divulgadas informações sobre a identidade dos clientes do serviço, além de uma série de e-mails privados de Biderman que indicavam uma série de casos extraconjugais do executivo.

Entenda o caso

No mês passado, hackers invadiram o serviço e ameaçaram divulgar as informações caso o site não saísse do ar. Entre os motivos para a violação, o The Hacking Team citou a imoralidade da proposta do serviço e o enriquecimento da empresa, que oferecia um recurso pago que prometia apagar totalmente os dados de usuários, mas não o fazia.

Noel Biderman recursou tirar o Ashley Madison do ar e, semanas mais tarde, os dados que incluiam informações como nome, endereço e telefone de milhões de usuários tornaram-se disponíveis. As consequências do vazamento foram graves: além de comprometer a privacidade das pessoas, a divulgação foi associada ao suicídio de dois clientes. 

Via Wired

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *