Últimas

Exposição com temática sustentável fica até o dia 12 em Casimiro de Abreu

Casimiro de Abreu (Rj) – Segue até o dia 12 de agosto a 11ª edição da exposição “O olhar do artista sobre o meio Ambiente”, produzido em parceria com a Universidade Federal Fluminense – UFF. Os trabalhos, que valorizam a sustentabilidade, estão expostos na Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu. A temática escolhida pela instituição esse ano foi “Terra, planeta água” e envolveu mais de mais de 70 artistas e seus olhares críticos sobre os riscos do uso indiscriminado das fontes naturais do planeta.

De acordo com a coordenadora do Laboratório Horto-Viveiro, professora Janie Garcia, a 11ª edição da exposição congrega os diversos atores da sociedade em torno de uma temática tão importante e atual que é a preservação e o uso consciente dos recursos hídricos do planeta, utilizando a arte como instrumento. “Já imaginaram uma represa seca? Como vai ser se ficarmos sem água. Essa é a nossa realidade. Cada um tem que fazer a sua parte. É um tema urgente e temos que refletir”.

Durante o evento, o Projeto Poesia no Ponto propôs um sarau em homenagem ao poeta Casimiro de Abreu. Poetas da cidade participaram declamando seus textos como o Lucildes Aguiar e Jessé Linhares. De acordo com uma das responsáveis, Tádzia Maya, o Ponto de Leitura, além de realizar saraus, instala em alguns pontos da cidade como rodoviária, pontos de ônibus e praças, módulos com livros de poesias para a leitura dos transeuntes. Na data, um dos módulos estava exposto na frente da Casa. “Em muitos lugares, algumas pessoas atrapalham, mas aqui, em Casimiro, tivemos apoio e várias portas abertas. Vejam a nossa biblioteca de poesia, queremos continuar a fazer os saraus aqui”, comentou.

O escritor Maurício Santos lançou ainda o livro “Fúria, a Revelação”. Passada na época da Inquisição. O suspense retrata a existência de uma fera, imaginada e temida pelos religiosos.

O presidente da Fundação Cultural, Gustavo Marchiori, ressaltou na abertura do evento a importância da temática para a vida em sociedade e o grande talento com que os artistas retrataram o tema, e afirmou que o espaço está aberto para receber projetos de outros artistas.

O espaço fica aberto a exposição de meio dia às 17 horas, de segunda a sexta-feira. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 2778-4915.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *