Grécia reembolsa ao Banco Central Europeu 3,4 bilhões de euros

A Grécia reembolsou 3,4 bilhões de euros ao Banco Central Europeu. Foto: Aris Messinis/AFP/Arquivos
A Grécia reembolsou 3,4 bilhões de euros ao Banco Central Europeu. Foto: Aris Messinis/AFP/Arquivos

Atenas – A Grécia reembolsou nesta quinta-feira ao Banco Central Europeu (BCE) 3,4 bilhões de euros, um dia depois da liberação pelos ministros das Finanças da zona do euro de uma parcela de ajuda de 23 bilhões de euros, informou uma fonte próxima ao governo.

A Grécia devolveu 3,2 bilhões de euros de capital e 200 milhões de juros, assim como 7,16 bilhões de crédito ponte que os credores do país, UE, FMI, BCE e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE), concederam no mês passado para que o país conseguisse cumprir os compromissos com o BCE e o FMI.

Na quarta-feira à noite, os ministros das Finanças da Eurozona aprovaram a liberação da primeira parcela de 26 bilhões de euros do novo pacote de ajuda de 86 bilhões. Do valor, € 23 bilhões foram desbloqueados imediatamente.

Dez bilhões de euros serão depositados em uma conta bloqueada destinada a recapitalizar os bancos gregos. Parte dos outros 13 bilhões foi usada nesta quinta-feira para cumprir os vencimentos do país. O restante será utilizado no próximo mês para reembolsar mais de 1,5 bilhão de euros ao FMI em quatro vezes.

Os três bilhões restantes dos 26 bilhões autorizados na quarta-feira serão repassados ao país até o fim de novembro, informou o MEDE, após a análise das reformas prometidas por Atenas em troca da ajuda financeira.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *