Últimas

Procuradores nos EUA dizem que Uber falha na verificação de antecedentes criminais de motoristas

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O Uber enfrenta um novo desafio com a justiça, que pode deixar alguns de seus usuários desconfiados dos motoristas que usam o serviço da empresa. Afinal, como confiar nas pessoas que estão dirigindo os carros? A empresa garante que possui um método de verificação de antecedentes criminais para cada um deles, mas será que é 100% eficaz? Ou minimamente satisfatório?

Para algumas pessoas, a empresa está deixando a desejar nesse aspecto, pelo menos nos EUA. Dois procuradores distritais da Califórnia disseram hoje que a verificação de antecedentes que o Uber realiza para averiguar se seus motoristas são confiáveis não foi capaz de descobrir os registros criminais de 25 pilotos em duas cidades, que incluem vários condenados por homicídio, crimes sexuais, assaltos e diversos crimes contra a propriedade.

As acusações foram registradas em uma queixa de 62 páginas, para mover um processo civil, inicialmente apresentado em dezembro pelos promotores de San Francisco e Los Angeles. Eles afirmam que o Uber enganou continuamente os consumidores sobre os métodos que utiliza para selecionar e “peneirar” seus motoristas.

O promotor público em San Francisco, George Gascon, disse que a maior parte dessas novas alterações nas acusações vieram como resultado da descoberta adicional. A nova apresentação também adiciona a acusação de que o Uber continuamente altera as descrições de seus métodos de proteção.

Nessa descoberta estamos aprendendo cada vez mais que um monte de informações que o Uber vem apresentando ao consumidor tem sido falsa e enganosa.

Um representante do Uber disse em defesa da companhia em um comunicado que o método verificação de antecedentes da empresa não é inferior do que o Livescan, um processo utilizado por empresas de táxi. Ele conta que no ano passado, ao colocar centenas de pessoas que se identificaram como motoristas de táxi através das suas verificações, esse processo descobriu condenações por estupro, tentativa de homicídio, abuso infantil e violência.

Oficiais do governo dizem que o Uber, ao celebrar seu quinto aniversário avaliado em cerca de 50 bilhões pelos seus investidores, oferecendo diversos serviços como entregas rápidas e expandindo suas atividades por diversos lugares do globo na busca de crescimento vertiginoso, está deixando a desejar na verificação de antecedentes dos seus motoristas.

Na Califórnia, por exemplo, o Uber e outras empresas fizeram lobby com sucesso para eliminar uma lei que teria exigido motoristas a passar por uma verificação de antecedentes pelo Departamento de Justiça do estado, como é exigido dos motoristas de táxi.

Essa nova questão deve se tornar um motivo para governos de outros lugares investigarem a empresa, e é possível que o Uber enfrente problemas nesse mesmo âmbito em outros países.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *